Skip to content

Resenha Crítica | Uma Chamada Perdida (2008)

Após a cena de abertura marcada pela morte de uma personagem, surge a impressão de que “Uma Chamada Perdida”, uma refilmagem americana do oriental “Ligação Perdida”, do cultuado cineasta Takashi Miike, deve fugir da mediocridade que rondaram outras releituras recentes. Tal expectativa dá-se através da interessante abordagem, onde fenômenos bizarros atingem aleatoriamente adolescentes através de um aparelho celular. Um banner cuja frase é “Seu celular. Sua Vida” e a forma como o francês Eric Valette focaliza um cotidiano comum com muitas pessoas utilizando o tal objeto pelas ruas fortalecem essa esperança. No entanto, passado este destaque, “Uma Chamada Perdida” toma caminhos constrangedores.

Beth (Shannyn Sossamon) é uma jovem estudante que guarda consigo alguns traumas do passado. É por este motivo que muitos não acreditam nas suas afirmações de que forças do além estão matando os seus colegas mais próximos, dado início no desastre numa estação de trem com a sua amiga Leann (Azura Skye). Será o detetive Jack Andrews (Edward Burns) que investigará estes crimes, ajudando Beth a chegar à revelação do mistério, pois sua irmã morreu pelas mesmas circunstâncias, estando utilizando o celular no acontecimento e soltando da própria boca algo semelhante a uma bala.

Com os inúmeros problemas de todo o projeto, como a ausência de originalidade, clima horripilante e empenho do elenco em geral – é lamentável ver Azura Skye, atriz que mostrou um invejável auto-astral em “Vida Louca”, numa interpretação tão insípida -, fica difícil imaginar o por quê de Hollywood continuar investindo na onda de remakes, mesmo que o público em geral não pareça se interessar mais por estas produções. Ou não, pois somente nas bilheterias mundiais “Uma Chamada Perdida” adquiriu um valor de arrecadação acima de 40 Milhões de Dólares, o dobro do custo da realização. Mas talvez a culpa seja do próprio cinema americano, que parece nos privar de obras de qualidade do gênero. No caso desta realização de Valette, se salva somente a melodia simpática repetida nos celulares dos personagens. Celebrado por interpretar o Diabo no seriado “Reaper”, Ray Wise aqui incorpora um apresentador sensacionalista.

Título Original: One Missed Call
Ano de Produção: 2008
Direção: Eric Valette
Elenco: Shannyn Sossamon, Edward Burns, Ana Claudia Talancón, Johnny Lewis, Jason Beghe, Meagan Good, Azura Skye e Ray Wise.
Nota: 1.5

18 Comments

  1. Acho que essas refilmagens de filmes de terror orientais já deram o que tinham de dar. A cada novo filme o resultado fica mais constrangedor, basta ver os recentes “O Olho do Mal” e “Imagens do Além”. Após sua crítica, descartei qualquer possibilidade de ver esse “Uma Chamada Perdida”. Abraço!

  2. Faço das palavras de Cassiano as minhas. Só pelo cartaz já vi a qualidade da produção!

  3. Tomar caminhos constrangedores parece ser o clichê dessas refilmagens de filmes de terror orientais. Quando será que Hollywood vai dar o basta nisso???

  4. Vi o trailer esses dias, e admito que mesmo não sendo fã do genero, fiquei curiosa para conferir esse filme, mas pelo visto ele é bem fraquinho.

  5. Esse filme é bem fraquinho mesmo… assisti ele numa época em que o tempo livre me estava sendo extremamente raro, então vc pode imaginar minha frustração de ter visto esta porcaria. A história é fraca e o desfecho ruim! É um filme que vai estar na lista de muitos “piores do ano”, não tenho dúvidas. Abraço!

  6. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    • Vinícius, e ainda teremos um remake de “Medo”, o melhor horror oriental da década! Duvido que dê certo, mesmo com David Strathairn no elenco.
    Abraço!

    • Cassiano, eu gostei do cartaz. Ele me chamou tanta atenção que até encarei o filme, rs.

    • Robson, eu já imaginava que o resultado seria irregular, mas preferi dar uma chance ao filme.

    • Kamila, quando o público ignorar totalmente essas produções ou quando os americanos pararem de ter preguiça de ver os filmes que inspiraram este remakes com legenda.

    • Isabela, eu não recomendo, mas é saudável que você veja para tirar as suas próprias conclusões.

  7. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    Bruno, dos poucos filmes que vi este ano este “Uma Chamada Perdida” é o pior até agora. É uma pena que quando o terror se apresenta ele desapareça de forma tão abrupta, caso da cena final.
    Abraços!

  8. Coragem!!!!
    Vi esse filme aqui no PC… não tive coragem de ir até o cinema, não pelo fato de ser um terror…
    Nada disso, e sim pela “grandiosidade” que ele aparentava ser… e visto que a minha teoria foi confirmada, tanto que quase pensei em pedir meu dinheiro de volta após te-lo assistido… dinheiro do tempo que fiquei conectado para baixar o filme e do tempo que poderia ter gasto com lgo masi util, rs…
    abraços!!!

  9. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    Rodrigo, comprei uma cópia do filme (ele é tão ruim que acredito que nem os cinemas da minha cidade tiveram coragem de lança-lo). Mas é muito reconfortante saber que outras pessoas também perderam tempo com o filme, rs.
    Abraços!

  10. Nossa, Alex, sem condições. Só de ver as credenciais da equipe, a premissa, o pôster… Cruzes!

  11. é aquela coisa …
    quanto mais querem insistir em fazer remake … mais o produto soa paraguaio …

  12. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    • Gustavo, já imaginava a catástrofe, mas sou muito teimoso, só comprovo assistindo.

    • JP, paraguaio foi phoda, rs.

  13. Eu também sabia da catástrofe, mas não resisti e tive que ver como transformaram a brincadeira que o Takashi faz na versão original em um filme americanizado para os preguiçosos estadonidenses. Vallete é uma carta fraquíssima.

    Abraços!

  14. Alguns filmes orientais, nunca deveriam ser refilmados. “Ligação Perdida” já foi uma produção de qualidade duvidosa, nada me impressionou; esta refilmagem, só serviu para mostrar quão ruim pode ser uma idéia tola e fraca nas mãos de um diretor medíocre e pouco inspirado, em conjunto com um elenco canastrão, uma péssima ambientação, um clima de “teen movie” que já não atrai ninguém, e um roteiro que desanda logo de início. Não recomendo.

  15. Passageiro, sempre quis encontrar este filme nas locadoras, mas tive que me contentar com essa (péssima) refilmagem. Obrigado pela visita, logo retribuirei.

  16. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    Alyson, nada como arriscar para comprovar nossos temores, rs.

  17. […] que se baseiam em fontes de sucesso. Consequência: um feirão dos piores filmes do ano. “Uma Chamada Perdida“, “A Morte Convida Para Dançar”, “Imagens do Além”, “Indiana […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: