Skip to content

Resenha Crítica | O Melhor Amigo da Noiva (2008)

A comédia romântica é um gênero que requer certa compreensão de seu espectador. Ainda que, assim como qualquer outro modelo de filme, sempre traga um exemplar que possibilite alguma originalidade, os romances gerados de situações cômicas oferecem uma maior quantidade de longas muitas vezes inspirados na velha fábula de Cinderela, no amor que cresce com o tempo, a aproximação ou a distância, diferença de classes, entre outros argumentos. Não importa o quanto uma trama de desvie de certas regras do gênero, pois o desfecho quase sempre nos confortará com o “felizes para sempre”, tendo que reservar paciência e encarar o que os filmes tem de melhor para nos oferecer. “O Melhor Amigo da Noiva” é um filme deste padrão, mas é tão repugnante que é um horror. Mas não o horror traduzido em objetos cortantes, sangue ou coisa desta linha, mas, sim, aquele que toma forma e movimento através de um roteiro enfadonho.

Aqui, Patrick Dempsey é Tom, aquele modelo de homem bem-sucedido profissionalmente e que conquista e leva para cama com facilidade a mulher que quiser. No início de “O Melhor Amigo da Noiva” ficamos sabendo qual o primeiro instante que ele conheceu Hannah (Michelle Monaghan, de “Beijos e Tiros”), que no presente é a sua melhor amiga e companheira para todas as horas. Só que algo abala essa amizade. Ao Hannah viajar a trabalho para a Escócia, acaba por conhecer Colin McMurray (Kevin McKidd), com quem apresentará a Tom como seu noivo. Daí os ciúmes por parte do protagonista aparecem e aos poucos tentará convencer a sua melhor amiga a não se casar. Mas as coisas complicam quando ele é convidado para ser a dama de honra no casamento de Hannah.

Com três responsáveis por esta coisa de premissa, Adam Sztykiel, Deborah Kaplan, Harry Elfont, é vergonhoso constatar que “O Melhor Amigo da Noiva” extraia suas idéias principais daquela comédia romântica que foi uma das melhores fitas (ou melhor) produzidas na década passada, “O Casamento do Meu Melhor Amigo”, na cara dura. Assim como Julia Roberts, Dempsey descobre tarde demais que sua amiga é a mulher ideal para viver para o resto da vida. Mas Paul Weiland não transmite o mesmo carinho que P. J. Hogan tem pelo seu filme e pelos personagens que está lidando. Pelo contrário: o protagonista aqui é um sujeito mau caráter rodeado de amigos nada carismáticos e que acredita que pode mostrar as suas virtudes em companhia destes disputando jogos com aquele que é o seu rival tanto em quadra e no campo quanto na conquista de uma mesma mulher. O desfecho somos capazes de antecipar no primeiro ato e o caminho que percorremos até ele é tortuoso, mas nada consegue ser mais lamentável do que ter este “O Melhor Amigo da Noiva” como a última colaboração de Sydney Pollack como ator. Competente nesta função nos seus próprios filmes (“A Intérprete”, “Tootsie”) como naqueles que trabalhou com outros cineastas (“De Olhos Bem Fechados”, “Fora de Controle”), aqui Pollack é encarregado de lidar com o papel do pai de Tom.

Título Original: Made of Honor
Ano de Produção: 2008
Direção: Paul Weiland
Elenco: Patrick Dempsey, Michelle Monaghan, Kevin McKidd, Kadeem Hardison, Chris Messina, Richmond Arquette, Busy Philipps, Kathleen Quinlan e Sydney Pollack.

14 Comments

  1. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    Filmes, obrigado pelo link.

  2. Olá, Alex! Tdo bem?

    Ainda não este filme, quase aluguei ele, mas escolhi “Sex and the City”, que como disse achei um bom entretenimento. Ou esse ou outro, né? Mas a nota não me animou muito, mas tentarei vê-lo, se puder.

    Então, desejo a vc um FELIZ NATAL cheio de bençãos, paz e bons filmes!

    Beijos e tudo de bom! ;)

  3. Alex, confesso que não tenho muita vontade de conferir esse filme, e essa sua nota diminuiu ainda mais a minha vontade, hehehe.

    Aproveito o espaço tb pra desejar-lhe um Feliz Natal, repleto de alegria.

    Abraço!

  4. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    Mayara, tudo. E com você? Ainda bem que você escolheu “Sex and the City”, pois é muuuito melhor do que este horrendo “O Melhor Amigo da Noiva”. E muito obrigado, repasso os mesmos votos para você. Beijos, um ótimo feriado!

    Bruno, ainda bem, pois esse dai eu nem recomendo para que tire suas próprias conclusões, rs. E muito obrigado, tenha também um feliz natal. E vamos para os últimos passos de 2008! Abraços!

  5. Apesar de alguns nomes interessantes no elenco (Kevin McKidd, Michelle Monaghan, o próprio Sydney Pollack), mas realmente não tenho a mínima vontade de ver esse filme, ainda mais depois de seus comentários. Adorei essa parte do texto: “mas não o horror traduzido em objetos cortantes, sangue ou coisa desta linha, mas, sim, aquele que toma forma e movimento através de um roteiro enfadonho”. Hehehe, deve ser bem isso mesmo ;)

    Tenha um excelente Natal, Alex!

  6. Kau Kau

    Alex, dei boas risadas com o filme. Mas confesso que não suporto o Dempsey e que achei o filme meio sofrível…

    PS: não postarei por aqui durante uns dias, pois irei viajar. Deixei tudo explicadinho no blog! Hahahaha.

    Um Feliz Natal pra vc! E que 2009 seja ótimo!

    Abração.

  7. Deus me livre! Isso só aumenta a minh antipatia com comédias românticas…

    Um ótimo 2009 pra você!

    Abs!

  8. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    Vinícius, obrigado pelo destaque, rs. E o elenco tem seus nomes, mas nenhum, de fato, está bem. Excelente natal!

    Kau, compreendo. Acho que a única cena que pude rir foi aquela da velha com uma corrente fluorescente. Essa até que me fez cair a dentadura, rs. Enfim, tenha uma excelente viagem, um ótimo natal e um magnífico ano novo! Muito obrigado, abraços!

    Dudu, também tenho certa antipatia pelo gênero, mas sempre estou à espera e conferindo o que vem aparecendo para comprovar alguma evolução. E muito obrigado. Tenha também um excelente 2009 e um bom feriado de natal. Abraços!

  9. Marco Marco

    Não vi o filme (e nem pretendo), mas to passando aqui para desejar um ótimo natal! Antes do ano novo volto aqui ;)

  10. Valeu, Alex!
    Um ótimo natal pra você também!
    abraço!

  11. Alex, até que, ao contrário de você, achei esse filme divertidinho (com ênfase no “inho”). O problema é mesmo o roteiro todo defeituoso… Mas achei o elenco bem sincronizado, ainda que direção seja bastante tola.

    Nota 5,5

    FELIZ NATAL, guri!

    Ciao!

  12. Alex Gonçalves Alex Gonçalves

    Marco, não veja. E feliz natal procê também!

    Ronald, thanks! Abraços!

    Wally, se o roteiro é todo defeituoso – e a direção não ajuda – um bom filme não tem como sair! Bom feriado de natal, estranho. Abraços!

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: