Skip to content

Resenha Crítica | Presságio (2009)

Ao que tudo indica, vamos receber muitos filmes que lidam das mais diversas maneiras o fim do mundo como se viu há dez anos atrás com alguns blockbusters como “Fim dos Dias” e “Armageddon”. “Presságio” apresenta este acontecimento catastrófico, mas não vamos entrar em muitos detalhes. Na verdade o novo filme de Alex Proyas, cujo roteiro é assinado por Ryne Douglas Pearson, Juliet Snowden e Stiles White, apresenta inicialmente um outro mistério.

Essa primeira etapa foca a estranha Lucinda (Lara Robinson) executando uma tarefa do colégio onde estuda em Lexington, Massachusetts. O ano é 1959 e a professora Taylor (Danielle Carter) coloca dentro de uma cápsula do tempo todos os desenhos dos seus alunos que correspondem com aquilo que imaginam que será concretizado no futuro. É claro que Lucinda arma outra coisa, sendo números aleatórios ao invés de algo mais objetivo. Dá que a geração seguinte será a responsável por visualizar esses desenhos e Caleb (Chandler Canterbury), filho do professor de astrofísica John (Nicolas Cage), é aquele que apanha o envelope que consta a folha com todos aqueles números.

Só que numa daquelas noites solitárias de embriaguez (a mulher de John faleceu depois de um incêndio) o professor bate os olhos em alguns números que ficaram em destaque quando acidentalmente deixou o seu copo com bebida em cima da folha que deveria ser devolvida pelo seu filho no colégio. Os números são 911012996 e separando por barras se forma 9/11/01/2996. Simplificando: temos uma data, o 11 de Setembro, e posteriormente o número de mortos (2996 foram o total de pessoas encontradas mortas no atentado às Torres Gêmeas). Basta somente esta noite para ele ligar todos os números com vários desastres que aconteceram dentro de cinquenta anos. E o pior: há três desastres anunciados através de Lucinda que ainda não aconteceram. Para impedir o caos, John procura por Diana (Rose Byrne), filha de Lucinda, para ajudá-lo.

A trama intrigante aponta para uma promessa de filme. E “Presságio” ganha muito com Alex Proyas como seu diretor. Responsável por “O Corvo”, talvez a melhor adaptação de quadrinhos produzida na década passada, e “Cidade das Sombras”, dado como um filme visualmente revolucionário, aqui o cineasta nascido no Egito entrega ao menos um momento memorável, sendo o plano -sequência do primeiro dos três desastres que o personagem de Cage tenta impedir. No entanto, a história se perde totalmente no último ato, onde a palavra “desastre” é o que melhor se pode usar para classificá-lo. É um caso que remete ao do filme “Os Esquecidos”, suspense estrelado por Julianne Moore em 2004, mas com resultados ainda piores. Ou seja, com tantos rumos que poderiam tomar, os roteiristas selecionam aquele mais “viajadão” que manda para os ares toda a boa reputação que o longa tinha obtido de nós até então.

Tírulo Original: Knowing
Ano de Produção: 2009
Direção: Alex Proyas
Roteiro: Juliet Snowden, Ryne Douglas Pearson e Stiles White
Elenco: Nicolas Cage, Rose Byrne, Chandler Canterbury, Lara Robinson, Nadia Townsend, Alan Hopgood, Danielle Carter e D.G. Maloney
Cotação: 2 Stars

60 Comments

  1. Bem, mesmo que não corresponda a todas as expectativas, me pareceu um filme melhor do Nicolas Cage em relação aos seus péssimos longas anteriores – ou seja, ao menos está escolhendo seus projetos de forma mais correta. Verei mais por causa do Alex Proyas. Abraço!

  2. Mais uma bela porcaria, protagonisada por Nicolas Cage! Tsc …

    Abraço Alex!

  3. Marcelo Coldfer Marcelo Coldfer

    Quero ver Presságio em respeito a Alex Proyas que tem mão firme em seus projetos (Eu, Robô, Cidade das Sombra, O corvo) ainda que seus filmes tenham mais destaque visual do que o resto do conteúdo. E Nicolas Cage virou coisa do passado

  4. Uma pergunta: o Nicolas Cage ainda se importa com a qualidade de seus filmes?

  5. Olá, Alex! Tudo bem?

    Este, pelo trailer parece entregar boas sequências de ação, mas tem o Nicolas Cage. Então, quem sabe em DVD…

    Beijos e tenha um ótimo feriado! ;)

  6. Vinícius, eu ainda não assisti “A Lenda do Tesouro Perdido 2 – O Livro dos Segredos”, mas não há dúvidas de que o ator não vem acertando desde “O Senhor das Armas”, que é de 2005. “Presságio” é tão desapontador quanto os filmes que vem desde o seu último acerto.

    Cleber, pelo visto o senhor não confia mais em Cage, não é mesmo? Abraço.

    Marcelo, eu não gosto de “Eu, Robô”, mas “O Corvo” é um belo filme de atmosfera gótica. Em “Presságio” há um equilíbrio entre visual e conteúdo, mas o terceiro ato é muito ruim.

    Matheus, mas não há duvidas de que o ator anda engordando muito a sua conta bancária. Daí é acreditar que Cage está mais interessado em grana do que a qualidade final de seus longas.

    Mayara, coitado do Nicolas Cage! Beijos!

    Filipe, Cage tem muitos filmes pela frente já em fase final ou de filmagem. É aguardar por um que seja bom.

  7. Nicolas Cage, coitado, foi o seu tempo. Desde As Torres Gêmeas ele só tem feito merda. Depois de O Motoqueiro Fantasma, que é um dos piores filmes que já vi, nem vejo mais nada.
    Engraçado é que li uma entrevista do Cage que saiu no O Globo sobre o filme. Ele disse que é filosófico. Falou SUPER bem do filme. Ele anda fumando né?

    Eu vou deixar passar.

    []s!

  8. Jeff, o ruim é que muitas vezes nem é culpa do Cage. Embora ele tenha protagonizado alguns fiascos os diretores por trás dos projetos tem nomes de respeito dentro da indústria, como Oliver Stone e Neil LaBute. E quem eu acho que deu bons tapas na pantera foram os roteiristas do filme, pois só assim para justificar o desfecho beeem viajadão de “Presságio”. Abraços!

  9. Olá Alex!
    A carreira de Cage tá indo ladeira abaixo, esse antes de ver eu já tive um presságio..rsrs..q seria mais uma decepção, a trama é até interessante, tem bos efeitos visuais q impressionam, mas aquele final foi duro de engolir, detestei..achei pior q “O Vidente” q tbm ñ foi nada bom, na qual Cage praticamente repete o papel nesse. nota 4.0!
    E ainda tem aquele “Perigo em Bangkok”, q tbm foi brabo, enfim, já são 3 bombas seguidas do Cage, tá na hora dele mudar de agente ou daqui a pouco seus filmes ñ serão nem lançados no cinema, e sim, acabarem indo direto pras locadoras se continuarem nesse nível!
    Abs! Diego!

  10. Chris Pessoa Chris Pessoa

    Fui ontem e hoje vou de novo!!!!!
    Genial o Filme, é só para aqueles que gostam de Ficção científica e sabe o que siginifica as mensagens do Filme.
    Quanto ao Nicolas Cage,trabalhou muito bem.!!! Parabéns.
    Este filme fará parte da minha coleção de Filmes.

  11. Chris Pessoa Chris Pessoa

    Para aqueles que não viram o Filme, vale a pena conferir.
    A sua cabeça dará um nó, é para refletir,pois os fatos foram baseados na possível realidade das coisas.o Filme é no mínimo Polêmico, prá mim é o filme do ano.

  12. Gostei do ritmo deste filme. Porém realmente a impressão que temos nos últimos filmes de Nicolas Cage anda meio apagado. Basta comparar as atuações dele em “A Lenda do tesouro Perdido 2” e “ConAir”. Espero que ele recupere seu momento.
    O filme em si, é mais uma ficção científica. Para quem não torce o nariz para filmes apocalípticos com elementos bíblicos, será um prato cheio.

  13. Robson Robson

    Vamos lá….
    Acho que sou das poucas pessoas “aqui” que gostei do filme….
    Jeff em relação a entrevista de Cage sobre o filme se filosofico concordo plenamente e como a Cris Pessoa comentou sabe o que siginifica as mensagem do Filme (Um teoria)
    Realmente Ze Andrade para quem gosta de filmes apocalípticos com elementos bíblicos e muito bom.
    Em relação da atuação de atores ou atriz para mim vem em segunto plano prefiro da mais importancia ao roteiro do filme…
    Por exemplo em relaçao ao filme A lenda do Tesouro Perdido o filme e muito bom gosto de filmes que uma coisa liga a outra e com sentido como Codigo da Vinci.

  14. Diego, o Nicolas Cage é um ator que rende muita bilheteria nos cinemas nacionais. Então duvido que algum dia possamos ver um de seus longas serem jogados direto para o mercado de vídeo. De todos os seus filmes mais recentes eu gostei mais deste “Presságio”, mas o final, como você disse, é duro de engolir. Abraços!

    Chris, eu gosto de alguns filmes do gênero e discordo quando você diz que somente aqueles que curtem podem “processar” alguma “mensagem” de “Presságio”. O problema desse suspense é que o impacto final não condiz com o que estava sendo desenvolvido e ele é por demais pretensioso. Mas é bom que tenha gostado!

    Ze, concordo bom absolutamente tudo o que você disse, embora eu também goste de alguns títulos apocalíticos e que fazem analogia a passagens bíblicas.

    Robson, acho os desempenhos tão importantes que acredito que devem ser analisados com prioridades, embora esse não seja o caso de “Presságio”, onde as interpretações em nada comprometem, embora se crie certa força em relação dos trabalhos duvidosos aos quais Nicolas Cage vem se sujeitando nos seus últimos quatro anos de carreira.

  15. Marina Marina

    Um dos MELHORES filmes que já vi. A produção é impecável, magnífica. Amei!

  16. Marina, que bom que tenha gostado. Uma pena que não sejam todos os que podem compartilhar do mesmo entusiasmo.

  17. Bruno Bruno

    É, mais um filme onde o nicolas cage vira churrasco no final…

  18. Christian Christian

    no começo desta resenha diz “não vamos entrar em muitos detalhes”. Então no segundo e terceiro parágrafo, conta praticamente TODO
    o filme. Já que 85,66% das surpresas acabaram para quem leu esta resenha antes de assistir, vou fazer o favor de lhes poupar dinheiro, caros leitores…. ELE MORRE NO FINAL. Isso… e tem mais!! Não só ele, como você, sim, você que esta lendo este texto, mais você aí de óculos, o barbudo, o de camisa preta, o nosso amigo Alex e EU também. É, pessoal… no dia 19/10 o mundo acaba. Mas nem todos morrem. O filho do NC não morre, nem a amiguinha dele. Ambos são abduzidos momentos antes do caos. Mas se você, mesmo após ler este meu comentário, resolver assistir o filme, não caia na besteira de achar que as crias são levadas por ETs. Se usar um pouco o seu QI, entenderá que os tios esquisitos que aparecem em certos momentos do filme somos nós, seres-humanos no auge de nossa evolução.

    pela resenha acima, parece a maior bomba do ano,
    mas não é…
    O FILME É BOM, PRA MIM, VALEU CADA CENTAVO…

  19. Bruno, houve outros?

    Christian, no último parágrafo da minha resenha eu tento especificar as causas que me fizeram desgostar do filme, mas não revelo informações que fazem com que quem tenha lido já o saque. *SPOILER* Faço uma menção ao filme “Os Esquecidos” por ele trazer certa semelhança com “Presságio”, mas sabemos que os desfechos de ambos são muito distintos. E não acho o filme uma bomba, ele está mais para um bom filme do que para algo pavoroso, apesar do final do qual julgo desastroso.

  20. brenda brenda

    Adorei o filme,realmente um dos melhores se tratando do final dos tempos….

  21. Domingos Domingos

    Ainda não asisti PRESSÁGIO, mais pelos comentários tem alguma coisa de real. Veja o panorama do mundo: Bin Laden com milhares de homens bombas preparados, o Irã ha 3 anos para ter a “bomba atômica, crise financeira mundial, a nação de Israel após 2000 anos com os Judeus espalhados pelo mundo, hoje é uma potência (profecias cumpridas). Só JESUS CRISTO salva. Shalom. Podem publicar meu e-mail: daparecidoa@gmail.com

  22. Vieira Vieira

    Isso! Precisamos de mais pessoas paranóicas e pessimistas como você, Domingos. Ah! Faça um favor a si mesmo! Bin Laden nem é mais lider de nada, o Irã não é louco de explodir uma bomba atômica, se não o mundo inteiro cai emcima deles, e os judeus estão diminuindo no mundo.

    Fanático!

  23. rafael bourne rafael bourne

    Filme sensacional, tanto em efeitos, roteiro e história. é um prato cheio para quem espera ver algo relacionado ao fim do mundo de uma maneira bíblica; apocalipse puro usando otimos elementos para suprir a imaginação daqueles que pelo menos já ouviram o apocalypse de acordo com a bíblia. Só nao gostei mto das trilhas hehehehe, mas isso nao desmerece um centavo gasto!

  24. Brenda, discordo.

    Domingos, não vamos confundir ficção com realidade.

    Vieira, pois é, rs.

    Rafael, acho a trilha de Marco Beltrami um dos pontos positivos do longa. E se fosse para fazer um filme sobre o fim do mundo que ele se assumisse dessa forma desde o início.

  25. paulinho van dort paulinho van dort

    meu deus, o diretor do fantastico “O Corvo”,fez isto ai, bom naum espero mais nada do nicolas cage mesmo, mas do alex proyas, bem era diferente, filme muito aquem do q se previa quando eu li sobre, entaum beirando o 1 e olhe lah.

  26. Paulinho, não é ruim assim, vai! Não acho que haja culpa pelo resultado decepcionante do filme nem o Nicolas Cage e muito menos o Alex Proyas. São os roteiristas que andaram fumando alguma coisa estranha ao elaborarem a história, rs.

  27. Pri Pri

    Não acho o nicolas um desastre pelo contrario nunca vi um ator melhor do que ele principalmente em O Vidente,ele é um excelete ator …

    bjokas

  28. Pri, eu já discordo, pois acho que Nicolas Cage está fraco em “O Vidente”, um filme que também é muito fraco. Prefiro o Cage de “Adaptação” e “Peggy Sue” do que o Cage de hoje. Beijos!

  29. George Correa George Correa

    Primeira vez que passo por aqui.

    Alex, parabéns pelo post embora discorde de grande parte dele.

    Acho que este filme está muito distante de chegar se quer perto de “Os Esquecidos”, pois como muitos citaram acima, não é apenas um filme de onde os ET’s levaram os humanos para salvá-los da destruição.

    E como bem disse o Christian, “os tios esquisitos que aparecem em certos momentos do filme somos nós, seres-humanos no auge de nossa evolução”.

    É mesmo um filme filosófico… como o próprio NC falou. Vale muito a pena conferir… tenham gostado da crítica ou não.

  30. Leonardo Leonardo

    Os comentários de reprovação são geralmente de pessoas com opiniões superficiais e que possuem um certo medo de darem o braço a torcer para o chamado dogma criacionista católico. Errado. Não se trata de catolicismo, se trata de uma teoria a respeito do que mais nos perguntamos (pelo menos aqueles que questionam sua existencia e não vivem como ovelhas). De onde viemos?

    A partir do momento que não temos provas concretas de nossa origem, qualquer teoria coesa, como a deste filme, é digna de ser analisada e discutida.

    Filme nota 9. Afinal, jamais vou igualá-lo aos grandes clássicos.

    PS: Alguém ainda teve a ousadia de criticar a trilha sonora de Beethoven. Ohhhh Brasil.

  31. Tiago Luna Tiago Luna

    Bem, pra mim, um dos pontos positivos do filme é justamente essa imprevisibilidade do final. Um filme de suspense sobre números misteriosos em um papel, de repente, se trnasforma um épico apocalíptico. Genial! A trilha é excelente (simples, mas marcante). E nas cenas de ‘ação’ vc não consegue piscar

  32. Tiago L. Tiago L.

    Bem, pra mim, um dos pontos positivos do filme é justamente essa imprevisibilidade do final. Um filme de suspense sobre números misteriosos em um papel, de repente se transforma numa história de ficção científica apocalíptica. Genial! A trilha é mto boa (simples, mas marcante). As cenas de ‘ação’ te deixam vidrado! E os efeitos especiais são excelentes. Eh…mas vcs humanos vêem defeito em tudo… ¬¬

  33. Tiago L. Tiago L.

    Obs: O primeiro comentário eu enviei sem querer. =p

  34. George, a comparação que coloquei com o suspense “Os Esquecidos” é que ambos praticamente me decepcionaram diante da revelação dos mistérios que rondam a premissa. Tive a sensação de que as histórias, tanto de “Os Esquecidos” quanto o de “Presságio”, tinham potencial para encerrar de forma excelente. Mas eles me foram muito “viajadões”. Mas é um filme que divide opiniões, então não teria como eu sugerir ao pessoal que conheço a manter distância. Obrigado por manifestar a sua opinião, fique sempre a vontade para retornar neste espaço.

    Leonardo, então todas as vezes que eu ou seja lá quem for reprovar um filme cuja história provoca várias discussões e reflexões não devem passar de opiniões superficiais? Repetindo, estava gostando muito do filme, mas o seu desfecho é decepcionante diante de várias possibilidades certamente melhores que os roteiristas poderiam recorrer para encerrar esta história. O filme nasce e cresce diante de um argumento eficaz e repleto de suspense e termina pretensioso e viajadão demais. E juro que não compreendi o seu “P.S.”… :P

    Tiago, sem problemas enquanto aos comentários :-) Você expôs o que há de melhor em todo o filme, sendo o capricho das sequências de ação unidas a eficiência dos efeitos especiais e da trilha sonora de Marco Beltrami (um grande maestro). Ah, e vamos reconhecer que o filme tem sim um ou outro defeito (embora eu considere esse “um ou outro” algo que detona com o filme.

  35. Bruno Bruno

    Excelente filme! também achei muito bom o final, mas o pessoal do cinema no momento em que apareceram as espaço naves começou a dar risada, será que eles não questionam os fenômenos da existência?
    como disse o leonardo, “vivem como ovelhas” no seu mundinho.

  36. Bruno, eu não dei risadas diante do desfecho, pois não é qualquer constrangimento alheio que me provoca risos.

  37. Daniel Daniel

    Assisti ao filme hj…o começo realmente aponta para um bom filme, com boa trama…meio no estilo de “O Chamado”…mas os roteiristas certamente estavam drogados qdo escreveram o final…

    Aparentemente eles se basearam em algumas teorias malucas que já ouvi e li sobre, não só na internet, mas em livros…não vou escrever aqui para não contar mais sobre o filme, mas posso fazer isso mais para frente, quando o filme estiver saindo de cartaz…

    O ponto é: a maneira como as coisas se desenrolaram possui fundamentos em teorias já publicadas, não foi algo que saiu da cabeça dos caras…claro que tudo isso para mim é uma grande bobagem, mas acho interessante a forma como eles entrelaçaram tudo…

    Para concluir: começa bem, termina muito mal, mas no geral vale a pena assistir…

  38. Daniel, a sua conclusão resume muito bem o que achei do filme. E eu me recordo que tinha dito a um contato meu do Messenger que os roteiristas deram um tapa na pantera quando estavam concluindo o roteiro, rs.

  39. Eu discordo, não achei o final do filme um desastre só porque morre todo mundo, vem os ets que são como anjos e levam a raça humana para repovoar outro lugar hehe.
    Acho que ao invés de “meter pau” no filme poderias sugerir então um encerramento diferente que acredites ser “melhor”.
    Gostei do filme, além do mais, acho que cada filme tem um propósito específico. Eu já assisti tudo que é tipo de filme e há filmes para o cinema e para ver em casa, esse certamente é ideal para um cineminha. To esperando o “2012” da paramount, esse sim vai ser interessante de ver no cinema. abraço.

  40. André, o problema do desfecho do filme não é “porque morre todo mundo”. A questão é que ele soa incoerente diante da proposta e dos elementos iniciais do filme. Você imagina que se trata de algo conspiratório, do além, mas quando você começa a perceber se trata de um filme apocalíptico. E é isso que eu esperava do último ato do filme, que não fosse tão “viajadão”. E eu estou louco por este “2012”! Abraço!

  41. Ana Ana

    Adorei o filme!! Filme apocaliptico com passagens biblicas!! Ate que enfim um filme que o mundo realmente acaba e ninguem consegue salvar como aconteceu com Armagedon (um fiasco por sinal, Bruce willis salvando o mundo e demais pra mim), o dia depois de amanha e tantos outros.
    abraços a todos
    ps: texto sem acento

  42. Ana, nem me fale de “Armageddon” e “O Dia Depois de Amanhã”, que para mim são filmes terríveis! Abraços!

  43. Heheh falar em filmes apocalípticos, vcs já viram Doomsday ?? Não assistam xD
    Eu adorei a história de todo mundo morrer no Presságio, acho que no 2012 também vai ser.
    Alex, devias abrir um quote pra ver quem acerta o final e a razão de o mundo acabar no 2012, aih em novembro vemos o resultado :P

  44. André, eu já assisti “Juízo Final” e é pavoroso, embora eu tenha me divertido com uma ou outra situação. E neste momento eu não estou muito afim de abrir uma enquete, mas se um dia acontecer pensarei na sua sugestão. E estou muito ansioso por “2012”!

  45. Fabiane Fabiane

    Amigos,
    para quem assistiu “Pressagio” e isso causou-lhes indagações a respeito do Fim dos Dias, peço-lhes que por questão de curiosidade, fé ou até crescimento intelectual, leiam a Bíblia, não se trata de religião e sim do conhecimento da verdade. Acreditem sim em profecias, pois elas estao descritas em toda a Escritura Sagrada que Deus revelou a seus Profetas no decorrer dos tempos, homens tementes e fieis ao único e verdadeiro Salvador Jesus Cristo, que veio habitou entre nós, fez maravilhas e milagres, morreu numa cruz por toda a humanidade, levando sobre si as nossas dores e pecados, nos assegurando a salvação por meio d’Ele, ressucitou e prometeu voltar para buscar a todos os que o aceitarem em espírito e em verdade… “crendo recebereis a coroa da vida dando-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus”. Leia Hebreus 9:28
    A Bíblia nos fala acerca de muitos acontecimentos atuais, tais como, doenças, desamores, filhos contra pais, pais contra filhos, sodomia, pedofilia, mortes, violencia, aquecimento global… A Bíblia já nos tem revelado sobre estas coisas há muito tempo.
    ” 21 Porque haverá uma tribulaçao muito grande, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá. 22 E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguem seria salvo; mas por causa dos escolhidos eles serão abreviados. 23 Entao, se alguém vos disser: O Cristo está aqui! ou: Ele esta ali, não acrediteis. 24 Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, que realizarão grandes sinais e milagres, a tal ponto que se fosse possível enganariam até os escolhidos. 25 Eu vos tenho dito essas coisas antes que aconteçam. 26 Portanto, se vos disserem: Ele está no deserto; não saiais; ou: Ele está dentro da casa; não acrediteis. 27 Porque, assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra até o Ocidente, assim também será a vinda do Filho do homem…
    36 Mas, quanto ao dia e à hora, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, senão somente o Pai…
    42 Portanto, vigiai, pois não sabeis em que dia vem o vosso Senhor; …
    44 Por isso, ficai também preparados, pois o Filho do homem virá numa hora que não esperais. Mateus 24:21a44″

    Este filme não é o primeiro e nem será o último a questionar a existencia de Deus, o arrebatamento dos salvos/escolhidos, os sinais dos últimos dias… o mundo prega que podemos ter fé em todas as coisas, que as boas ações nos levam a um lugar melhor e retratam isso numa visão romãntica em filmes e grandes produções.
    Asseguro-lhes que independente de qualquer teoria há apenas uma única verdade:
    Aceitar a Jesus como seu único e suficiente Salvador é a única forma de se chegar a um lugar melhor!
    Pois Ele mesmo, Jesus, nos prometeu esse lugar. A todos que por meio d’Ele crerem em Deus e em Seu amor.
    Mas vocês têm o livre arbítrio, pois Jesus não invade, não obriga, não é ditador, Ele já nos provou o sEu amor ao nos remir em sEu sangue naquela cruz há dois mil anos, Ele é o que é e não precisa ser testado ou questionado.
    A decisão de recebê-lo e viver eternamente, feliz e em paz é somente sua!
    “Pois é por isso que o evangelho já foi pregado também aos mortos… Mas ja está próximo o fim de todas as coisas; portanto, tende bom senso e estai alertas em oração. 1Pedro 4:6,7”
    Arrependa-se de todo o pecado e escolha o bem por meio de Jesus Cristo, Ele te ama e quer salvar a sua alma e te dar a vida, a vida eterna!
    Deus os abençoe!

  46. Excelente filme!!!

    esqueçam os comentários de pessoas desinformadas…

    segue os acontecimentos profetizados pela Palavra de Deus, à luz da Bíblia…

    até os anjos que aparecem são muito bem feitos…

    e segue a ESCATOLOGIA, por mais que muitos possam dizer que são ETs, é exatamente como a Bíblia diz que acabaram o mundo…

    e os escolhidos, são aqueles que ouviram o chamado…

    esses anjos(ou seres estranhos) segue o que a Bíblia diz a respeito do futuro: terão corpos transformados (indestrutiveis) e totalmente diferente do que o homem jamais imaginou que seria…

    (e realmente não dá pra descrever o que é aquilo)…

    a destruição (SPOOLEIR) do planeta, acontece como na Bíblia (com fogo), e no final, a árvore da vida num jardim (novo céu e uma nova terra)

    esse filme NÃO É SÓ FICÇÃO, PREDIZ O FIM DO MUNDO EXATAMENTE COMO SERÁ (COM FOGO)!

  47. Fabiane, “Presságio” de fato não foi o primeiro e não será o último filme a narrar sobre o apocalipse, mas não dá para levar o filme muito a sério. E também não são todos que crêem nas passagens da Bíblia…

    Johnny, assim como disse a Fabiane, não são todos que crêem nas passagens da Bíblia.

  48. Renzo Renzo

    Alex Gonçalves, vc escreveu sua critica em 04/2009 e até hoje, assim como as outras pessoas que queriam um final diferente, não apresentou sua versão.
    Utilizar a palavra “viajadão” para caracterizar o final do filme foi uma péssima escolha. Só porque os roteiristas escolheram um final com ET’s?
    O fato de não termos provas da existência de ET’s quer dizer que eles não existem? Quantas coisas existem atualmente que nem sequer eram cogitadas antigamente?
    Apesar de não me interessar pelo que está escrito na Bíblia, não descarto sua importância, e achei brilhante a idéia de adaptar seus textos e mostrar uma versão diferente do que geralmente as pessoas imaginam para o fim do mundo.

  49. Renzo, eu sou somente um espectador, não um roteirista. Como disse ao André, esperava que o filme conferiria uma conspiração, uma ameaça do além como a chave do mistério. “Presságio” é “viajadão” por desenhar um final muito incoerente com tudo aquilo que haviamos assistido antes do último ato. Momento final este que despedaça totalmente a expectativa do público.

  50. Clara Borges Clara Borges

    Foi muito interessante quando Cage – John, morre queimado e soterrado no final.

    Foi o melhor logo depois de I Robot ( Eu robo ).

    Muito massa, porque tem sangue, caras que ficam falando Everyone ( Todos ) , uma nave que leva aou outro planete, para que Caleb e a filha de Lucinda para refazerem a humanidade.

    Kiss para todos.

  51. Clara, não gosto de “Eu, Robô”. Assim como também não gostei de “Presságio”… Beijos!

  52. Lucas Lucas

    Voce le a sinopse do filme e pensa: eis um filme que vale apena, e até valeu, nos 20 primeiros minutos, até que derrepente apareçe 4 ETs, e adivinhem, de terno e dando um monte de pedras pretas que não sei até agora o que significa,no final, Cage não salva ninguem e todos morrem, a unica superação dele é abraçar seu pai faltando um minuto para a morte.

  53. Lucas, cuidado com os spoilers, alguém que não assistiu o filme pode de repente passar por aqui e ler o seu comentário.

  54. […] sobrinho de Francis Ford Coppola até tentou mostrar serviço em projetos mais sérios como “Presságio” e “As Torres Gêmeas”, cujos resultados foram desapontadores. A parceria que […]

  55. […] Quando um projeto é assinado pelo americano Brad Anderson, a certeza é de que estaremos diante de algo pouco usual no cinema. Quem assistiu o romance com toques de ficção científica “Feliz Coincidência” e o drama psicológico “O Operário” conhece os caminhos narrativos inusitados empregados pelo realizador e o quanto ele os manipulam tão bem. É um autêntico cinema autoral, que também não está livre de tropeços. Algo que acontece em “Mistério da Rua 7″. O roteiro assinado por Anthony Jaswinski é um dos mais intrigantes já rodados recentemente no gênero, mas as responsabilidades de Brad Anderson na direção de episódios de seriados como “Boardwalk Empire”, “Fringe” e “Treme” provavelmente impediram os tratamentos necessários para a história, que em linhas gerais não passa de uma versão indie do frustrante “Presságio“. […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: