Skip to content

Resenha Crítica | Entre Lençóis (2008)

entre-lencois

O diretor colombiano Gustavo Nieto Roa tem em “Entre Lençóis” aquele como o seu primeiro filme realizado em nosso país. Mas ele, junto com o roteirista Rene Belmonte, passaram por alguns problemas durante a divulgação do filme. É que muitos apontaram os dedos para a dupla com a acusação de plágio, vendo que ele é praticamente uma versão brazuca da cabeça aos pés de “Na Cama”, modesto longa que foi exibido no Brasil em 2007. Mas isto não causou tanto alarde pelo fato de “Na Cama” não ser um longa muito visto ou mesmo popular. Só que o trailer de “Entre Lençóis”, que parecia mais um comercial de motel, não entusiasmava ninguém, convenhamos.

Mas no fim das contas o filme não é uma tragédia antes anunciada, embora seja carregado de problemas. Trama simples: uma bela mulher (Paola Oliveira) troca olhares com um homem charmoso (Reynaldo Gianecchini) em uma boate. Dá que na cena seguinte eles já estão se despindo em um elegante quarto de motel para uma transa. Depois da relação, eles se vestem e ela já apanha o celular da bolsa para pedir uma carona para uma amiga. Ele diz que pagou o quarto por um dia e que podem ficar mais tempo por lá. Dá que eles iniciam um bate papo que possibilitará mais sexo, muitas mentiras, confissões, discussões e por aí vai…

Com uma hora e meia de duração, “Entre Lençóis” tem seus acertos. Não cansa o fato de estarmos diante de uma história situada em praticamente um único ambiente e o casal de protagonistas estão bem, mesmo que já saibamos que eles possuem prestígio na carreira mais pelos atributos físicos do que qualquer ponto relacionado a aptidão para a interpretação. Outra coisa legal é os assuntos que rolam pela madrugada sobre as relações pelas quais eles estão comprometidos no mundo de fora daquele quarto. Como cinema também vale por trazer algo um pouco diferente do que habitualmente é feito em nossa indústria. Mas a equipe responsável pelo departamento musical poderia ao menos repensar o trabalho cafona que fizeram e Rene Belmonte, revisado as abobrinhas que invadem os últimos minutos de “Entre Lençóis”.

Título Original: Entre Lençóis
Ano de Produção: 2008
Direção: Gustavo Nieto Roa
Elenco: Reynaldo Gianecchini e Paola Oliveira.
Nota: 6.0

14 Comments

  1. Olá, Alex! Tudo bem?

    Mesmo assim, não tenho curiosidade em torno deste filme. Acho que parece um Novelão!

    Beijos e tenha uma ótima semana! ;)

  2. Vi o Na Cama e achei muito bom. Esse eu ainda não vi, mas realmente parece um plágio do filme chileno.

    Abraçoo!

  3. Não sou fã do cinema brasileiro, e como a Mayara disse este parece uma novela meio indiscreta!

  4. Acho que o seu texto reproduz a melhor opinião que li sobre este filme. Mesmo assim, “Entre Lençóis” é uma obra que não consegue me chamar a atenção.

  5. “Outra coisa legal é os assuntos que rolam pela madrugada”? Puro clichê.
    “Como cinema também vale por trazer algo um pouco diferente”? Puro clichê de novo! Não sei o que tem de diferente no filme, Alex.
    O texto não tem nada de novo. E esse “mais do mesmo” fica pior ainda com a interpretação dos atores. Tudo é muito medíocre – ao menos comentou sobre a trilha, que consegue ser pior que os atores.
    NOTA 6???!!! Não merecia mais de 3.

  6. Mayara, não é um novelão, apesar da forte impressão que fica deste formato devido aos vacilos do filme. Beijos e tenha também uma ótima semana!

    Ciro, infelizmente não consegui ver “Na Cama”, visualizei somente alguns trechos. Abraço.

    Cleber, é claro que não será com “Entre Lençóis” que você se tornará fã, mas a nossa indústria produz muita coisa boa para sermos um.

    Kamila, entendo. Também não chamou a minha, mas arrisquei e acabei aprovando no fim das contas.

    Jeff, não tem coisa que mais odeio nesse universo cinéfilo do que seres que, para justificar os seus problemas com um longa, se limitam a dizer que tudo não passa de um clichê. Tanto que esta é uma palavra que abomino com todas as minhas forças, nunca a usei. Não se trata de algo mais do mesmo. Você poderia citar inúmeros exemplos de longas nacionais cujo texto se concentra num único ambiente e que nos apresenta somente dois personagens?

  7. Respondendo: Alex
    Concerteza o Brasil produz filmes otimos, mas que … passam batidos pela maioria – inclusive por mim, claro que isso é devido a minha falta de procura pelos filmes – mais já vi alguns de otima qualidade e que merecem muito!

  8. Bom dia Alex. Já acessei seu blog algumas vezes e gostei muito da forma que escreve suas resenhas. Gostaria de saber como posso entrar em contato direto com você para lhe propor uma parceria. Meu email está no comentário. Por favor apague-o depois ok? Um abraço!

  9. Cleber, é que deu a entender que você não se posicionando como fã de nosso cinema acaba por evitar as obras da nossa indústria. Mas eu te compreendo, vendo que nem sempre temos filmes que são lançados para alcance de todos.

    Eduard, claro, pode entrar em contato comigo. Por enquanto deixarei o seu comentário para que eu possa pegar o seu endereço de e-mail assim que não estiver trabalhando ou lidando com alguma outra coisa. Abraço.

  10. Olá Alex!
    Adorei o “Na Cama”, muito bom e interessante!
    Já esse plágio nacional me foi razoável, valeu mais a pena pra ver a gostosa da Paola Oliveira mais a vontade e sem roupa..hehehe..nota 5.5!
    Abs! Diego!

  11. Alex, meu estimado amigo, como conseguiu dar 6,0 para semelhante porcaria?
    Esse filme é brega, imbecílico – com uma trilha sonora desconexa e risível – e acho que só vale pela “quase nudez” da Paola Oliveira, que convenhamos, é uma mulher muito bonita.
    Abraços!

  12. Diego, espero um dia encontrar “Na Cama” para assisti-lo e ver se de fato foi plagiado em “Entre Lençóis”. E até que enfim que se apresenta alguém que tenha achado o filme ao menos razoável, rs. Abraços!

    Weiner, não achei o filme uma porcaria. Mas opiniões serão sempre uma coisa subjetiva. Achei a nota justa por poder encontrar uma ou outra qualidade no longa. E Paola Oliveira é mesmo uma mulher muuuito bonita! Abraços.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: