Se Eu Fosse Você 2

“Se Eu Fosse Você” é uma comédia realizada em 2006 que fez muito sucesso através de uma história para lá de batida, mesmo que ainda eficiente: a troca de corpos entre os protagonistas. Eles são Cláudio (Tony Ramos) e Helena (Glória Pires), vítimas de um estranho fenômeno que os fazem viverem um no corpo do outro após uma discussão. O segundo filme tem a mesma premissa, onde o casal passa pela mesma circunstância quando armam a papelada para consolidar o divórcio. E se um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar, sendo essa a afirmação que estampa o poster dessa sequência, o sucesso (é o filme nacional mais assistido desde a Retomada) confirma essa teoria.

“Se Eu Fosse Você 2”, cujo final já anuncia uma nova sequência, “Se A Vovó Fosse O Vovô”, também lida com mais um acontecimento importante. É a gravidez de Bia (Isabelle Drummond, a Emília do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, substituindo Lara Rodrigues), a filha de Cláudio e Helena. E é exatamente essa novidade que logo, logo fará o filme cair num abismo sem nunca mais retornar ao topo.

A verdade é que “Se Eu Fosse Você 2” confere um trabalho mais caprichado de direção em comparação com o seu antecessor (Daniel Filho conseguiu planejar algumas boas cenas, como o pesadelo de Helena no primeiro ato do filme), mas no quesito humor esse perde feio. Tony Ramos continua brilhante e uma de suas cenas, num campo de futebol, rende boas gargalhadas. Mas quando abraça os intermináveis preparatórios para o casamento de Bia, que o faz por ser impulsionada tanto pelos seus quanto os pais de seu namorado, o longa carrega uma seriedade constrangedora pela forma ingênua com que os personagens lidam com a situação, prejudicando até mesmo o desempenho de Glória Pires, que estava a altura de Tony Ramos no filme anterior. Nem encarando o programa de peito aberto dá para se entusiasmar muito com os tropeços que aparecem a partir do meio da metragem.

Título Original: Se Eu Fosse Você 2
Ano de Produção: 2009
Direção: Daniel Filho
Roteiro: Adriana Falcão, Euclydes Marinho e Rene Belmonte
Elenco: Tony Ramos, Glória Pires, Isabelle Drummond, Maria Luisa Mendonça, Vivianne Pasmanter, Marcos Paulo, Cássio Gabus Mendes, Ary Fontoura, Renata Batista, Maria Gladys, Chico Anysio e Adriane Galisteu
Cotação: **

 

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

20 Comentários em Se Eu Fosse Você 2

  1. Alex, não consigo encar esse filme com o mesmo possimismo que você. Creio que ele se mostrou bem mais maduro e interessante que o primeiro. Ele tem mais cenas de humor e atinge mais seu objetivo, a produção e a técnica não são das melhores, mas existem certos filmes que é importante deixarmos isso de lado e olhar o que ele pode nos oferecer de bom. Quanto a Glória Pires, eu achei ela muitíssimo melhor nesse filme que no anterior, agor asim ela está a altura de seu companheiro de cena.

  2. Olá, Alex! Tudo bem?

    Tenho uns problemas um pouco mais sérios com o primeiro filme: ele não me fez rir muito. Mas parece que esse segundo pode ser que tenha o humor que a outra pelicula faltou.

    Beijos e tenha uma ótima semana! ;)

  3. Brenno, já que acho que eles pegaram os erros do original e moldaram algo pior ao invés de eliminá-los. Abraços!

    Robson, eu não consigo considerar como maduro um filme que, por mais que seja uma comédia, lida com temas como gravidez e casamento, por exemplo, de forma tão ingênua ou sem um mínimo de graça. E eu não gostei da Glória Pires aqui. Ela aparece nesta sequência menos a vontade e sem um bom material para conseguir arrancar risadas da platéia, ao contrário do Tony Ramos. E devemos sim encarar a maioria dos filmes sem grande compromisso, mas aqui os erros são tão insuportáveis que nem dá para fazer isto.

    Ciro, a curiosidade matou o gato! :D

    Mayara, eu não tinha gostado do primeiro filme, mas revi este ano (ou foi ano passado?) e acabei gostando mais. Gosto muito de algumas piadas contidas nele, há um balanço correto de constragimentos da mulher no corpo do homem e vice-versa. E de engraçado somente os quarenta primeiros minutos de filme, pois o restante desaba em um tédio daqueles! Beijos, boa semana.

  4. Na verdade eu até gostei, importante pro cinema brasileiro esse tipo de filme-pipoca. Sobre as atuações, sempre fui da tese de que o Tony e a Glória são caricaturas forçadas um do outro, assim, são HILÁRIOS, muito engraçado MESMO, mas não se parecem um com o outro, mas e daí? rs… Ahn, e eu gosto muito do Chico Anysio nese filme…

  5. Assisti o primeiro e já não gostei muito, aí realmente não consigo ter curiosidade nem ânimo suficiente pra assistir o segundo. Não gosto muito desses filmes com cara de rede globo… pelo menos foi o que achei do primeiro. Abraço!

  6. Não vi nenhum dos dois. Só vejo filme nacional quando tenho muita recomendação(agora vai ser assim). Alex você já viu Divã ? – se não viu, veja.

  7. Eu realmente não consigo entender como esse filme conseguiu ser uma das maiores bilheterias de nosso cinema pós-retomada. E o pior é que às vezes é engraçado, mas depois percebemos como esse humor é medíocre e batido, totalmente remodelado da linguagem novelesca, e ainda repetitivo em relação ao primeiro filme.

  8. O Cara da Locadora, me falaram tanto do quanto era engraçado a presença do Chico Anysio que acabei me desapontando. E também acho importante que um filme-pipoca nacional seja esse tremendo sucesso que foi “Se Eu Fosse Você 2”. Mas acho que o filme está longe de merecer toda essa popularidade.

    Pedro, eu tive o prazer de ter me divertido bastante com outras cenas protagonizadas pelo ator, mas não foram muitas.

    Bruno, é um filme bem Rede Globo mesmo, embora eu esteja longe de detestar a Globo Filmes, pois acredito que eles investem num dos melhores filmes nacionais produzidos em anos recentes. O “Se Eu Fosse Você” ao menos me agradou um pouco. Abraço!

    Marcelo, então vou começar a te recomendar alguns filmes nacionais até dizer chega! E eu não vi “Divã”, mas gosto muito da Lília Cabral, assistirei o filme por causa de sua presença como protagonista.

    Rafael, eu gosto de uma ou outra piada do filme, mas, no final, é um longa bem medíocre mesmo.

  9. Achei o primeiro bem meia-boca. Mas quero reve-lo antes de conferir esta continuação, que não me aparenta ser em nada mais convincente…

  10. Não gosto de cinema Nacional,porém uma vez perdida consigo achar graça em alguns filmes,como referencia posso citar “A partilha”.Acredito que o Brasil produz novelas muito bem e acredito que por isso esses filmes tenha um ar tão novelesco.Sem sombra de dúvidas o filme “Se Eu fosse Voce 1 foi bem melhor que o 2

  11. Everaldo, já eu penso o contrário. Gosto do nosso cinema e não gosto de nossas novelas. E embora existam filmes com formatos novelescos posso dizer que há muitos mais produzidos com qualidade e longe desse padrão limitado. Mas eu também gostei muito mais de “Se Eu Fosse Você” do que de sua sequência.

  12. Quando digo que o Brasil produz boas novelas não estou dizendo que gosto de novelas,estou apenas comparando o estilo de fazer novelas brasileiro com o estilo de outros países.Não gosto muito de televisão,pois acho muito previsivel.Gosto de filmes porque sempre é surpreendente.

  13. Everaldo, já eu não as acho bem produzidas e muito menos gosto delas, rs. Mas você tem razão. A previsibilidade impera em atrações televisivas, enquanto o cinema tem uma magia maior.

  14. Gostei tanto do primeiro quanto do segundo…
    Achei a produção muito boa, por ser brasileira…
    Mas sua critica é muito boa

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: