Skip to content

Resenha Crítica | Operação Valquíria (2008)

Operação Valquíria (Valkyrie)

Brian Singer havia perdido a mão no comando do tedioso “Superman – O Retorno”, mas para alguém que realizou o incrível “Os Suspeitos” e ainda as duas primeiras aventuras dos mutantes de “X-Men”, uma das melhores traduções dos quadrinhos para o cinema já concebido, as expectativas em relação do seu passo seguinte, “Operação Valquíria”, eram consideráveis mesmo contando com o saltitante Tom Cruise como protagonista. Só que o filme não passa do razoável. Mesmo com um registro que muitos desconhecem, aqueles que já estão entediados de qualquer abordagem relacionada à Segunda Guerra Mundial não encontrarão muitos motivos para se entusiasmar com o drama.

Tom Cruise é o Coronel Claus von Stauffenberg. O filme inicia com a sua participação em um ataque situado na África. Com mulher (interpretada por Carice von Houten, atriz revelada por Paul Verhoeven em “A Espiã”) e filhos (papéis de Alexander Seidel, Timo Huber, Justus Kammerer, Annika Becker e Marie Becker – estas duas se alternando em uma mesma personagem) ele retorna para a Alemanha gravemente ferido, onde uma chuva de tiros o fez perder um dos olhos e uma das mãos. A sua recuperação o faz planejar algo muito audacioso com os seus companheiros, onde elaboram uma tática para eliminar Adolf Hitler (David Bamber).

Os obstáculos para levar “Operação Valquíria” para os cinemas não foram poucos. Além das constantes mudanças de datas para exibição nos cinemas, o filme teve rolos de filmagens perdidos, problemas com as locações e produtores sendo processados por figurantes que se acidentaram ao rodar uma sequência. Os transtornos dos bastidores não se refletem na tela. Porém, algo incomoda bastante no roteiro escrito pela dupla Christopher McQuarrie e Nathan Alexander. Da metade até o final, “Operação Valquíria” garante uma experiência bem tensa. A informação que podemos adquirir com antemão de como tudo vai se desenrolar até o último minuto não ameniza o impacto. Mas fora dessa conspiração contra Hitler, o Coronel Claus von Stauffenberg não é retratado com dignidade. A imagem que “Operação Valquiria” nos mostra é somente de um homem que gostaria de fincar o seu nome na História ao comandar um plano arriscado. O restante de sua vida, especialmente a sua dedicação como pai e marido, parece não importar muito. E não é bem assim que se desenha no cinema um personagem real considerado um herói.

Título Original: Valkyrie
Ano de Produção: 2008
Direção: Brian Singer
Elenco: Tom Cruise, Carice van Houten, Kenneth Branagh, Bill Nighy, Tom Wilkinson, Thomas Kretschmann, Eddie Izzard, Kevin McNally, Christian Berkel, Jamie Parker, David Bamber, Tom Hollander, Alexander Seidel, Timo Huber, Justus Kammerer, Annika Becker, Marie Becker e Terence Stamp.
Nota: 6.0

18 Comments

  1. Acho que estou mais interessado em ver esse longa por causa do Tom Cruise, que mesmo se tornando uma das figuras mais detestadas dos últimos anos, ainda é consegue ser bom ator. E também ver como o Singer conseguiu superar “Superman”…

  2. Olá Alex. Ainda não tive a oportunidade de conferir esse, mas o filme original é no mínimo interessante.
    abs.

  3. É um bom filme, apesar da história ser previsível antes do final, mas é bem contada e os desdobramentos do plano pra matar Hitler são interessantes de se acompamhar, e Tom Cruise está convincente no papel..gostei, nota 7!
    Abs! Diego!

  4. AINDA NÃO VI, CONFESSO Q NÃO SEI NEM O Q ESPERAR DESSE FILME.

    AH! AGORA QUE EU FUI VER SEU POST SOBRE OS 42 ANOS DA NIC, ELA TAMBÉM É A MINHA ATRIZ PREFERIDA E ELA É TÃO ESPECIAL PARA MIM Q SEU NIVER É ATÉ LEMBRETE NO MEU CELULAR. HEHEHE

    ABRAÇOS

  5. Embora o filme seja um tanto arrastado, ganhando somente densidade na sua parte final, a história é bem contada e explicitada para o espectador. Mas o pior de tudo é aquela expressão de bravura e destemor que parece ser a única coisa que Tom Cruise sabe fazer. Ele passa o filme todo assim, e é irritante! De qualquer forma, um bom filme.

  6. Cada vez que leio uma crítica deste filme, vou perdendo gradualmente o interesse em visioná-lo… Seja como for, Tom Cruise é sempre um ponto de interesse.

  7. Ainda não fui pegar esse na locadora, vou aguardar mais um pouco …

  8. Ainda não fui pegar esse na locadora, vou aguardar mais um pouco …

  9. Eu gostei desse filme bem mais que você. Achei uma obra tensa, bem amarrada e com um elenco competente. Bryan Singer, por mim, fez um ótimo trabalho aqui.

  10. Gostei mais do que você. Concordo com alguns pesares, mas achei este filme um belo thriller.

    Nota 8,0

  11. Acho esse filme frio e distante do público, meio mecânico. Faltou uma humanização da história. Mas não nego que até que me envolvi com a tensão da trama…

  12. Olá, Alex! tudo bem?

    Eis um filme que tenho muita curiosidade para conferir por parecer mostrar muito bem a tal “Operação” do título. Aliás, andam aconselhando o filme para preparação para o vestibular. rsrs

    Beijos!

  13. Vinícius, superar “Superman” não é uma tarefa difícil. Já Tom Cruise eu sempre achei bom ator, mas eu não gosto nem um pouco dele em “Trovão Tropical”.

    Charles, filme original?

    Diego, mesmo dando ao filme uma nota um pouco menor que a sua eu concordo com o que você disse. Abraços!

    Brenno, se não fosse o IMDb me avisar juro que ia passar pelo aniversário dela sem aquele postagem com as imagens de suas personagens nos cinemas. E fico feliz por conhecer mais uma pessoa que tenha Nicole Kidman como atriz predileta. Ela é uma deusa! Abraços!

    Rafael, eu não fiquei incomodado com a performance do Tom Cruise e sim pela forma como o Claus von Stauffenberg é construído durante o filme. Nesses momentos arrastados, como você bem mencionou, poderiam procurar valorizar mais o personagem.

    Filipe, o Tom Cruise está bem, mas não é um filme que recomendo com muita empolgação.

    Cleber, aguarde o quanto quiser. “Operação Valquíria” não deve ser um filme visto como prioridade.

    Kamila, acho quase tudo razoável no filme no fim das contas.

    Wally, eu não vi nada de belo. É só um pipocão bonzinho.

    Matheus, essa falta de conexão que temos com a trama se aplica mesmo a falha que apontei, sendo o desenvolvimento do personagem do Tom Cruise.

    Mayara, esse filme com toda a certeza vai fazer a festa no Brancaglione, o colégio que estudava. Ainda bem que conclui o ensino médio, rs. Beijos!

  14. Quem não conhecia a história ficou boiando.

    Lento, carregado e confuso.

    Embora eu goste de Tom Cruise, histórias de guerras e Brian Singer, quase dormi no cinema!

    Uns 6.0 tá de bom tamanho. :)

  15. Fernando, eu não conhecia nada em relação do Coronel Claus von Stauffenberg antes do filme e nem por isto boiei enquanto assistia ao filme. Mas posso confirmar que se trata de um filme lento, especialmente na sua primeira hora de metragem.

  16. […] que seu nome caísse em esquecimento ao iniciar com Tom Cruise uma parceria que se deu com “Operação Valquíria”. Agora, a dupla adapta o romance homônimo de Lee Child, rendendo algo a princípio […]

  17. […] na mão toda a equipe envolvida em “X-Men 3 – O Confronto Final” e conduzir o meia-boca “Operação Valquíria”, Bryan Singer revive dias mais harmoniosos com “Jack, o Caçador de Gigantes”, […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: