Skip to content

Resenha Crítica | Obsessiva (2009)

“Atração Fatal”, a obra máxima de Adrian Lyne, continua parindo cópias bem inferiores. E “Obsessiva”, filme de Steve Shill, se diferencia por uma razão: é a pior entre todas já realizadas. Embora de filmografia pequena, Lyne ao longo dela desenvolveu diversos longas onde a temática principal é o adultério e as suas inevitáveis consequências. Mas ele elaborava isto com talento e originalidade, resultando tanto em romances descompromissados como “Proposta Indecente” quanto em polêmicas como a sua versão de “Lolita” e o próprio “Atração Fatal”. Shill só consegue risos involuntários.

A história segue uma família composta por três membros. Um casal, vivido por Idris Elba e Beyoncé Knowles, está de casa nova com o pequeno filho Kyle (os gêmeos Nathan e Nicolas Myers, revezando-se no papel). O personagem de Elba, Derek, é um executivo bem-sucedido e a sua rotina (profissional e pessoal) começa a sofrer abalos com a presença da recente estagiária Lisa Sheridan (Ali Larter). Claro que a louca de corpo escultural vai dar em cima do chefinho, embora a intenção de fazê-lo pular a cerca está envolvido mais em suas obsessões sinistras do que de em arruinar a imagem de bom sujeito que ele tem.

O mais estranho do nosso protagonista é o seu próprio caráter. Afinal, ele quebra uma promessa feita com sua esposa Sharon de sempre deixar a verdade acima de tudo e se comporta ingenuamente diante dos ataques da estonteante secretária. Se do nosso herói já podemos esperar por esta desastrosa construção (e que não venham falar em vulnerabilidade, por favor) o que dizer então de sua mulher Sharon e sua suposta amante Lisa? Bom, o grande ápice entre as duas é mesmo na previsível conclusão, onde elas apresentaram um embate com direito a puxões de cabelos, sopapos na cara e golpes com as pernas nuas, com Sharon de salto alto e Lisa vestindo somente uma camisa de jogador de futebol americano. É o melhor e mais embaraçoso momento desse thriller que pode muito bem ser confundido com uma novela mexicana, embora conte com uma canastrice e desrespeito de fazer corar a eterna Gabriela Spanic.

Título Original: Obsessed
Ano de Produção: 2009
Direção: Steve Shill
Roteiro: David Loughery
Elenco: Idris Elba, Beyoncé Knowles, Ali Larter, Jerry O’Connell, Bonnie Perlman, Christine Lahti, Nathan Myers, Nicolas Myers, Matthew Humphreys e Scout Taylor-Compton
Cotação:

19 Comments

  1. Me lembro que esse filme foi um sucesso nos Estados Unidos, no seu final de semana de estreia, e que muita gente elogiou a performance da Beyonce. Mas, eu não tenho muita curiosidade de ver “Obsessiva”, não… Vou esperar para quando ele estrear na TV a cabo!

  2. Alex, me perdoe, mas um filme deste não merece nem os seus esforços para um texto, rsrsrs. Mas conseguiu me convencer mais ainda para ficar longe dele. rsrsrs.

    Beijos e tenha um ótimo fim de semana! ;)

  3. sério que é tão ruim assim? Eu iria locá-lo esse final de semana, mas acho que desistir. rsrsr /)

  4. Eu mesmo assim vou vê-lo, para ver se concordo com você. Será que é tão ruim assim!!!
    Lembro quando vi o trailer pela primeira vez, aquela cena da luta das duas estou mau ansioso para ver! E se foi um sucesso na estreia que também me lembro, não deve ser tão péssimo!!!
    Vou conferir e depois te falo!!
    ABRAÇO

  5. Vejo que você já tem o seu “pior filme do ano” hehehe

    Vou pedir um favor seu. O Cinema O Rama está de layout novo e servidor novo, sendo assim, para você ver que o site foi atualizado preciso q vc coloque o novo link de RSS (feed) do site: http://www.cinemaorama.com/index.php/feed/

    abraço!

  6. Nossa Senhora, é tão ruim assim?! Já não tinha a menor vontade de assistir, agora que ficarei longe mesmo.

    []s!

    PS: Há quantos anos está lendo Veronika Decide Morrer? xD

  7. Quanta coragem rsrsrs … assistir a um filme ssim pode ser comparado a uma sessão de 5 horas no dentista.

  8. Marcelo Coldfer Marcelo Coldfer

    quer o quê de um filme estrelado por Beyoncé? Ele não é atriz !
    Quanto a Adrian Lyne que vc citou sua melhor obra pra mim é Alucinações do Passado

  9. Kamila, acho que o sucesso do filme veio de suas influências com “Atração Fatal” (outro grande sucesso americano de duas décadas atrás). Já a Beyoncé está ruim como nunca. Nem em “A Pantera Cor de Rosa” a vi tão canastra. Fique esperando pela exibição no Supercine. Vai ser um sucesso de audiência! :P

    Mayara, obrigado, mas não vou ser tão malvado. Um filme, por mais ruim que seja, merece ao menos três parágrafos de análise. Mas mantenha distância, filmes como “Obsessiva” deveria vir com anúncio descrito “Cuidado!”. :P Beijos.

    Luis, é ruim e constrangedor para todos os envolvidos. Deve ser figurinha fácil no Framboesa de Ouro no próximo ano.

    Ricardo, por mais ruim que um filme seja sugiro aos amigos que vejam para tirar as próximas conclusões, embora eu já antecipe o que achei do filme, como é o caso de “Obsessiva”. Admito que fiquei bem ansioso com o filme, até meio eufórico com o seu sucesso lá fora. Mas quebrei a cara bonitinho quando o assisti. Depois comente o que achou. Abraço.

    Pedro, até o momento, “Obsessiva” está no topo das piores produções do ano. E obrigado pela dica enquanto ao acesso no Cinema o Rama. Não estava conseguindo visualizar a página antes de seu comentário.

    Jeff, mantenha distância! E obrigado pela dica sobre o livro ali do lado esquerdo. Li só três páginas de “Veronika Decide Morrer” e não prossegui, já que o filme não estreou na minha cidade. Mudei a imagem para “O Clube do Filme”. Abraço.

    Alexandre, passar no dentista é mais agradável do que ver “Obsessiva”, pode ter certeza! :P

    Marcelo, coitada da Beyoncé! Acho ela uma ótima cantora e, quando quer, uma ótima atriz (adorei ela em “Dreamgirls – Em Busca de Um Sonho”). E eu não gostei muito de “Alucinações do Passado”. Para falar a verdade, foi uma experiência meio frustrante quando vi a obra.

  10. Marcelo Coldfer Marcelo Coldfer

    frustrante nada, seu chato!
    vc não gosta do Tim Robbins e eu tbm não ..rs

  11. Marcelo, Tim Robbins está uma múmia no filme, como é de praxe. Mas nem foi por isso que não me entusiasmei muito com o filme. Estou mais acostumado com o Adrian Lyne que conduz filmes aos moldes de “Atração Fatal” e até mesmo “Flashdance”. Acho que em “Alucinações do Passado” não fui capaz de identificar as qualidades que ele apresentou em outros filmes de sua carreira. É isso. :D

  12. Alex, não achei o filme horroroso como você, rsrsrs, mas é realmente muito ruim. Eu curti a atuação de Beyoncé e diverti pacas com o clímax, mas é uma obra interminavelmente medíocre.

    Nota 4.0

  13. Wally, eu detestei o filme com todas as minhas forças. Ô coisinha canalha! E eu só achei que a Beyoncé Knowles não se queimou tanto porque ela é praticamente uma coadjuvante no primeiro e segundo ato da fita. Mas como diz a adorável Cleycianne (ehehehehe): “Tá amarrado três vezes!!!” :D

  14. Creeedu, nota 0..hahaha..adoro a Beyonce como cantora e dançarina, uma das minhas favoritas, como atriz ela ainda tem q melhorar muito, mas é sempre prazero vê-la em cena, indo bem ou mal, só de vê-la eu já fico com aquele sorriso largo no rosto, eu tenho esse filme em casa, mas ainda ñ assisti, até o fim desse mês vou conferir, se for ruim como todo mundo ta dizendo, tbm vou meter o sarrafo, mas de qualquer jeito, irei continuar amando a Beyonce..rsrs..
    Abs! Diego!

  15. Diego, eu gosto muito da Beyoncé Knowles. Volta e meia estou sempre me pegando ouvindo as músicas dela, que são divertidas, com um ritmo contagiante. Ela também tem uma excelente presença de palco e ainda parece ser uma pessoa adorável (fiquei muito admirado pela sua atitude no VMA este ano). E ela precisa de alguns reparos como atriz, mas ela tem potencial e só precisa escolher os filmes certos. Dizem que ela arrebenta em “Caddilac Records”, filme que assistirei em breve. E acho que você deve odiar “Obsessiva”, desça a lenha a vontade! :D Abraços.

  16. Luiz L Luiz L

    Háaaaa deixa de ser besta Julesca!!! O mundo gira e tudo o que o ser humano pode fazer é tentar melhorar o que já foi bem feito. O filme é bom, tem boas cenas, foi bem editado, surpreende pela boa briga das moças, até a ultima cena do filme tinha que terminar sem mais nada o que dizer por que não havia nada mais a ser dito no filme. Temos que parar de pensar que só por que um cantor é ótimo na profissão quer dizer que vai ser um fiasco como ator, esqueçam que aquela é “A Cantora Beyoncé” e veja a boa performace que foi feita e ela não tinha que ser a principal do filme e sim fazer parte da história com convecimento. Pra mim foi ponto à favor…

  17. Marcelo Coldfer Marcelo Coldfer

    [até a ultima cena do filme tinha que terminar sem mais nada o que dizer por que não havia nada mais a ser dito no filme]

    eu hein …

  18. Luiz L Luiz L

    Desculpe me espressei mal, quis dizer que até a ultima cena do filme tinha que terminar sem mais cenas ou falas pois o filme já tinha contado tudo o que havia pra contar

  19. Luiz, já eu não vi todos esses pontos positivos que você aponta. E eu não tenho preconceito algum com cantores e cantoras que investem suas carreiras também no cinema. Aliás, acredito que esse é um preconceito bem boboca. Até mesmo Jennifer Lopez, que é a intérprete mais criticada atualmente, me satisfaz em algumas de suas investidas. Eu também gosto da Beyoncé Knowles, mas aqui eu a achei terrível, como qualquer integrante do elenco.

    Marcelo, eheheheheheh…

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: