Uma Noite Fora de Série

Uma Noite Fora de Série | Date NightA expectativa em ver Steve Carell e Tina Fey dividindo a tela como protagonistas era muito alta. Afinal, ambos são grandes comediantes. Enquanto Carell tem construído uma carreira no cinema cada vez mais bem-sucedida desde que roubou a cena com “Todo Poderoso”, Tina Fey desempenhou um trabalho impecável na tevê participando do “Saturday Night Live” e no seriado “30 Rock”. Mas a dupla não poderia selecionar um roteiro pior do que o de “Uma Noite Fora de Série” para marcar esta esperada reunião de talentos.

A ideia inicial não é ruim. O casal Foster (Steve Carell e Tina Fey) tem uma rotina tão banal que mal há espaço para o amor que desfrutavam antes do casamento e de construir família. Quando saem, vão para restaurantes modestos e ficam entretidos quando passam a “dublar” o que aparentemente os casais das mesas vizinhas estão dialogando. Quando decidem variar se passam pelo casal Tripplehorn para pegar a reserva em um restaurante bem disputado em Manhattan. O problema é que os Tripplehorn têm um pen drive com arquivos cabeludos envolvendo o político (Frank Crenshaw) e o mafioso Joe Miletto (Ray Liotta) e correm risco de vida, complicando para os Foster se livrar do engano que causaram.

Com um desenvolvimento que passa a depender de várias participações especiais, como a dos intérpretes Mark Wahlberg, James Franco e Mila Kunis, “Uma Noite Fora de Série” não somente faz mal uso deles como é prejudicado pelas presenças pálidas de Steve Carell e Tina Fey, surpreendentemente. Os comediantes não têm uma química singular, protagonizam piadinhas manjadas dentro do gênero (será que o roteirista Josh Klausner não compreende que a cena dos personagens batendo de cara em uma porta de vidro não produz o menor riso?) e ainda caem no ridículo quando investem no humor físico, como a patética cena no pole dance. Vida de casado por vida de casado, Shawn Levy se saiu muito melhor em “Recém-Casados”, fita divertidinha com Ashton Kutcher e a falecida Brittany Murphy produzida em 2003.

Título Original: Date Night
Ano de Produção: 2010
Direção: Shawn Levy
Elenco: Steve Carell, Tina Fey, Mark Wahlberg, Taraji P. Henson, Jimmi Simpson, Common, William Fichtner, Leighton Meester, Kristen Wiig, James Franco, Mila Kunis, Bill Burr, Jonathan Morgan Heit, Savannah Paige Rae, Ray Liotta e Mark Ruffalo
Cotação: 1 Star

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

6 Comentários em Uma Noite Fora de Série

  1. Não assisti ainda e não espero um grande filme, além de não ter grande curiosidade após ler as críticas dos amigos cinéfilos, pelo menos agora fico alertado, só devo conferir mesmo na TV… abraços

  2. Levou muito a sério. Não acho que seja tão ruim, acho Carrel e Fey excelentes, bem como alguns nomes do elenco convidado. O roteiro foi comprado numa lojinha de 1,99, mas não chega a incomodar tanto até o desfecho.

  3. – Yuri, espere mesmo para ver na tevê – e se for em canal aberto, de preferência. Abraços!

    – Alexsandro, eu jamais levo uma comédia a sério, ainda mais tendo o nome de Shawn Levy, cujo “Uma Noite no Museu” eu tanto gostei. Mas essa do roteiro foi engraçada! =P

    – Vinícius, coitada da Tina Fey, parece nunca acertar no cinema.

  4. Eu já achei este filme muito divertido, com um elenco totalmente a vontade. Um dos poucos acertos do diretor irregular. Ah, e repito o Alexsandro: o roteiro só começa a incomodar mais pro final. (3 estrelas)

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Tweets that mention Uma Noite Fora de Série | Cine Resenhas -- Topsy.com

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: