This Is It

A empresa AEG Live se responsabilizou em bancar a turnê “This is It”, que seria composta por dezenas de concertos de Michael Jackson. O cantor americano anunciou no início de março de 2009 que estas seriam suas últimas apresentações e não demorou para que milhares de ingressos fossem adquiridos por fãs em apenas um dia. Porém, a AEG Live não esperava a bomba que estaria em sua mão: a morte de Michael Jackson em 25 de junho de 2009, quase vinte dias antes do primeiro concerto agendado. Se não bastassem os altos custos bancados para os vários ensaios, contratação de dançarinos, cantores e caracterização de palco, a empresa ainda sofreu com um alto prejuízo com o reembolso dos ingressos vendidos.
Desta maneira, o diretor e coreógrafo Kenny Ortega (responsável da série “High School Musical”) decidiu tirar a única carta que teria para retrucar a triste adversidade: transformar “This is It” em documentário. Os ensaios registrados comprovam que Michael Jackson ainda estava em forma, embora limitado ao ponto de dizer que não daria tudo de si por exaustão física.
Algumas das cançoes que compõem o set-list são as clássicas “They Don’t Care About Us”, “The Way You Make Me Feel”, “Thriller”, “Beat It”, “Black or White” e “Man in the Mirror” (esta encerrando belamente o documentário). Qualquer pessoa, por mais ingênua que possa ser, sabe que “This is It”, o filme, não passa de um artifício para reverter um pouco da grana perdida. A preocupação dos investidores foi tamanha que eles nem cumpriram com a promessa de que exibiriam “This is It” por apenas duas semanas no circuito americano – ficou o dobro do período nas salas de cinema. Mas quem vai se importar com isto quando estamos diante daquela que seria a última apresentação do eterno Rei do Pop?

This Is ItA empresa AEG Live se responsabilizou em bancar a turnê “This is It”, que seria composta por dezenas de concertos de Michael Jackson. O cantor americano anunciou no início de março de 2009 que estas seriam suas últimas apresentações e não demorou para que milhares de ingressos fossem adquiridos por fãs em apenas um dia. Porém, a AEG Live não esperava a bomba que estaria em sua mão: a morte de Michael Jackson em 25 de junho de 2009, quase vinte dias antes do primeiro concerto agendado. Se não bastassem os altos para os vários ensaios, contratação de dançarinos, cantores e caracterização de palco, a empresa ainda sofreu um alto prejuízo com o reembolso dos ingressos vendidos.

Desta maneira, o diretor e coreógrafo Kenny Ortega (responsável da série “High School Musical”) decidiu tirar a única carta que teria para retrucar a triste adversidade: transformar “This is It” em documentário. Os ensaios registrados comprovam que Michael Jackson ainda estava em forma, embora limitado ao ponto de dizer que não daria tudo de si por exaustão física.

Algumas das canções que compõem o set-list são as clássicas “They Don’t Care About Us”, “The Way You Make Me Feel”, “Thriller”, “Beat It”, “Black or White” e “Man in the Mirror” (esta encerrando belamente o documentário). Qualquer pessoa, por mais ingênua que possa ser, sabe que “This is It”, o filme, não passa de um artifício para reverter um pouco da grana perdida. A preocupação dos investidores foi tamanha que eles nem cumpriram com a promessa de que exibiriam “This is It” por apenas duas semanas no circuito americano – ficou o dobro do período nas salas de cinema. Mas quem vai se importar com isto quando estamos diante daquela que seria a última apresentação do eterno Rei do Pop?

Título Original: Michael Jackson’s This Is It
Ano de Produção: 2009
Direção:  Kenny Ortega
Elenco: Michael Jackson, Kenny Ortega, Alex Al, Nick Bass, Michael Bearden, Daniel Celebre, Mekia Cox, Misha Gabriel, Chris Grant, Judith Hill, Dorian Holley, Shannon Holtzapffel, Devin Jamieson e Bashiri Joh
Cotação: 3 Stars

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

4 Comentários em This Is It

  1. – Tommy, lerei sua resenha. Abraço!

    – Kamila, que crueldade! Mas não deixa de ser verdade.

    – Mayara, com toda a certeza seria um grande show. Pena que Michael Jackson não resistiu para apresentá-lo.

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: