Resenha Crítica | Código de Conduta (2009)

Código de Conduta | Law Abiding CitizenO nova-iorquino Felix Gary Gray (ou melhor, F. Gary Gray) passou a ser valorizado em 1998 quando trabalhou em “A Negociação” com um investimento de cinquenta milhões de dólares, o maior até então para um diretor negro. Além do ótimo filme protagonizado por Samuel L. Jackson e Kevin Spacey, sua filmografia também contemplam o espetacular “Uma Saída de Mestre” (a famosa refilmagem de “Um Golpe à Italiana”) e o denso “Até as Últimas Consequências”. Mas há também o patético “O Vingador” (com Vin Diesel) e o insosso “Be Cool – O Outro Nome do Jogo”. “Código de Conduta” é uma junção do melhor e pior do cinema de F. Gary Gray.

A premissa é muito boa. Clyde (Gerard Butler, finalmente em um bom papel após “300“) tem sua mulher e filha mortas quando dois bandidos invadem sua residência. A Justiça se mostra falha ao libertar um dos culpados com um acordo estabelecido pelo promotor Nick (Jamie Foxx) após poucos anos cumprindo pena. A vingança neste caso se torna justificável e o pacato Clyde logo mostra sua fúria elaborando planos perfeitos para executá-la. O problema é que, estando morto os dois criminosos, Clyde arma novos planos cuja finalidade é executar a todos os envolvidos neste processo judicial, incluindo o próprio Nick.

Mesmo sendo puro entretenimento de ação, “Código de Conduta” emite uma interessante denúncia ao sistema judiciário americano. Um dos melhores momentos do filme é uma envolvendo Clyde e a Juíza Laura Burch (papel Annie Corley), uma prova do que é um roteiro bem escrito. Infelizmente, é na narrativa de Kurt Wimmer que há o ponto comprometedor. Há tantos esforços para potencializar a ação e gerar novas surpresas para tudo desmoronar na meia hora final. A partir deste instante, o “Código de Conduta” acumula muitos furos e converte de herói para vilão o personagem de Gerard Butler. Lamentável!

Título Original: Law Abiding Citizen
Ano de Produção: 2009
Direção: F. Gary Gray
Elenco: Jamie Foxx, Gerard Butler, Colm Meaney, Bruce McGill, Leslie Bibb, Michael Irby, Gregory Itzin, Regina Hall, Emerald-Angel Young, Christian Stolte, Annie Corley, Richard Portnow, Roger Bart, Josh Stewart e Viola Davis
Cotação: 3 Stars

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

3 Comentários em Resenha Crítica | Código de Conduta (2009)

  1. Este filme tinha tudo para ser bom, mas acho que as constantes reviravoltas na trama (algumas totalmente estapafúrdias) colocam tudo a perder!

  2. – Kamila, o filme é bom. Só acho que sua meia hora final compromete muito o resultado. Juro que estava achando ele um filme cinco estrelas até o ato final.

    – Mayara, nem diria que é mais do mesmo. F. Gary Gray tem talento para diferenciar seus filmes dos demais. Pena que não seja tão bom quanto poderia.

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Tweets that mention Código de Conduta | Cine Resenhas -- Topsy.com
Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: