Invictus

InvictusClint Eastwood se transformou em um profissional completo com a consagração de “Menina de Ouro”. Não que o famoso Dirty Harry jamais tenha experimentado glória parecida como produtor, intérprete e cineasta (além de uma pequena carreira como compositor), mas o drama estrelado por Hilary Swank, Morgan Freeman e por ele mesmo definitivamente é sua obra máxima. Ainda assim, entregou as suas versões de uma mesma guerra com “A Conquista da Honra” e “Cartas de Iwo Jima” e o sensacional “Gran Torino” com uma energia invejável. No entanto, esta vitalidade nem sempre se repete com a mesma intensidade, a exemplo do mediano “A Troca” e agora com “Invictus”.

Enquanto se prepara para lançar no circuito americano o suspense escrito por Peter Morgan “Hereafter”, alguns podem se contentar com esta história edificante onde Morgan Freeman faz Nelson Mandela após o longo período preso com a sua luta contra o apartheid na África do Sul. Como presidente fez do rugby, um esporte um pouco similar ao futebol notório pelo intenso contato físico entre todos os jogadores, uma saída para unir uma população dividida pelo histórico regime de segregação racial. Para isto, conta com os esforços do capitão Francois Pienaar (Matt Damon, em performance superestimada).

Clint Eastwood permite que emoções brotem com o poder da imagem de seu cinema, especialmente com a tensão presente nas sequências de rugby. Isto não é o suficiente para compensar o peso que o próprio exerce sobre o roteiro de Anthony Peckham, que adapta o livro de John Carlin. Isto se reflete na própria figura de poucas camadas de Nelson Mandela, retratado como um ser humano tão perfeito ao ponto de retirar a intensidade de sua luta por um país mais pacífico.

O espectador interessado na história do ativista pode procurar por “Mandela – A Luta Pela Liberdade”, de Bille August. Irregular na mesma proporção, este filme com Dennis Haysbert no papel de Mandela que se dedica a retratar sua prisão de quase três décadas ao menos poderá servir de complemento ao filme de Eastwood.

Título Original: Invictus
Ano de Produção: 2009
Direção: Clint Eastwood
Elenco: Morgan Freeman, Matt Damon, Tony Kgoroge, Patrick Mofokeng, Matt Stern, Julian Lewis Jones, Adjoa Andoh, Marguerite Wheatley, Leleti Khumalo, Patrick Lyster, Penny Downie e Scott Eastwood
Cotação: 3 Stars

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

3 Comentários em Invictus

  1. Esse é um filme que gostei muito, mas entendo plenamente qualquer pessoa que não conseguir curti-lo. Fui totalmente arrebatado pelas emoções aqui, mas é certamente um filme falho no sentido mais técnico e na análise mais fria. Dou 4 estrelas.

  2. – Kamila, achei o filme mais fraco dele. Até “Dívida de Sangue” me pareceu mais eficiente…

    – Wally, dei três estrelas chorando. Deu a sensação de que Clint Eastwood forçou um pouco a barra ao tentar nos arrebatar.

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: