Cabeça a Prêmio

Mesmo não tendo a popularidade de intérpretes como Wagner Moura e Selton Mello, Marco Ricca sempre se mostrou um ator exemplar em títulos importantes dentro da cinematografia brasileira (“O Que É Isso, Companheiro?” e “O Invasor”), projetos populares (“Cristina Quer Casar” e “O Casamento de Romeu e Julieta”) e televisivos (“JK”, “Brava Gente” e “Os Normais”). Talvez por isto muitos aguardavam com expectativa que este talento singular para a interpretação fosse transferido para o seu primeiro trabalho como cineasta em “Cabeça a Prêmio”. Infelizmente, não foi desta vez.
A estrutura de “Cabeça a Prêmio”, inspirado em um livro de Marçal Aquino, é cansativa, acompanhando dois irmãos de perfis antagônicos, Miro (Fúlvio Stefanini) e Abílio (Otávio Müller). Sabe-se que são pecuaristas envolvidos em negócios obscuros que a narrativa jamais destaca com clareza. Miro é pai de Elaine (Alice Braga, sempre reservando espaço para o cinema nacional mesmo com sua fama fora do país) e mantém relações com Denis (o uruguaio Daniel Hendler), piloto que trabalha para Miro. Envolve-se nas intrigas dois matadores de aluguel (papéis de Eduardo Moscovis e Cássio Gabus Mendes).
Em termos de interpretações, “Cabeça a Prêmio” tem relevância. Os personagens, todos bem desorientados, são incorporados com esforço pelo elenco, com muitos nomes já tendo dividido a cena com Marco Ricca. Um destaque especial vai para as cenas de sexo entre Eduardo Moscovis e Via Negromonte, fotografada com pouca iluminação por José Roberto Eliezer e que ganham intensidade pela dupla. Uma pena que “Cabeça a Prêmio” comete os maiores deslizes de um filme de iniciante por trás das câmeras: não tem o que dizer com suas linhas narrativas inconclusivas e não sabe para quem deseja ser direcionado.
Título Original: Cabeça a Prêmio
Ano de Produção: 2009
Direção: Marco Ricca
Roteiro: Felipe Braga e Marco Ricca, baseado no livro “Cabeça a Prêmio”, de Marçal Aquino
Elenco: Fúlvio Stefanini, Otávio Muller, Eduardo Moscovis, Daniel Hendler, Alice Braga, Cássio Gabus Mendes, Via Negromonte, Ana Braga, César Trancoso, David Cardoso e Denise Weinberg

Cabeça a PrêmioMesmo não tendo a popularidade de intérpretes como Wagner Moura e Selton Mello, Marco Ricca sempre se mostrou um ator exemplar em títulos importantes dentro da cinematografia brasileira (“O Que É Isso, Companheiro?” e “O Invasor”), projetos populares (“Cristina Quer Casar” e “O Casamento de Romeu e Julieta”) e televisivos (“JK”, “Brava Gente” e “Os Normais”). Talvez por isto muitos aguardavam com expectativa que este talento singular para a interpretação fosse transferido para o seu primeiro trabalho como cineasta em “Cabeça a Prêmio”. Infelizmente, não foi desta vez.

A estrutura de “Cabeça a Prêmio”, inspirado em um livro de Marçal Aquino, é cansativa, acompanhando dois irmãos de perfis antagônicos, Miro (Fúlvio Stefanini) e Abílio (Otávio Müller). Sabe-se que são pecuaristas envolvidos em negócios obscuros que a narrativa jamais destaca com clareza. Miro é pai de Elaine (Alice Braga, sempre reservando espaço para o cinema nacional mesmo com sua fama fora do país) e mantém relações com Denis (o uruguaio Daniel Hendler), piloto de avião que trabalha para Miro. Envolvem-se nas intrigas dois matadores de aluguel (papéis de Eduardo Moscovis e Cássio Gabus Mendes).

Em termos de interpretações, “Cabeça a Prêmio” tem relevância. Os personagens, todos bem desorientados, são incorporados com esforço pelo elenco, com muitos nomes já tendo dividido a cena com Marco Ricca em oportunidades anteriores. Um destaque especial vai para Eduardo Moscovis e Via Negromonte nas cenas de sexo, fotografadas com pouca iluminação por José Roberto Eliezer e que ganham intensidade pela dupla. Uma pena que “Cabeça a Prêmio” comete os maiores deslizes de um filme de iniciante detrás das câmeras: não tem o que dizer com suas linhas narrativas inconclusivas e não sabe para quem deseja ser direcionado.

Título Original: Cabeça a Prêmio
Ano de Produção: 2009
Direção: Marco Ricca
Roteiro: Felipe Braga e Marco Ricca, baseado no livro “Cabeça a Prêmio”, de Marçal Aquino
Elenco: Fúlvio Stefanini, Otávio Muller, Eduardo Moscovis, Daniel Hendler, Alice Braga, Cássio Gabus Mendes, Via Negromonte, Ana Braga, César Trancoso, David Cardoso e Denise Weinberg
Cotação:  2 Stars

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

2 Comentários em Cabeça a Prêmio

  1. Marco Ricca se mostra um diretor promissor, mas este filme tem, sim problemas de roteiro. Acho que é muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, sem a profundidade necessária. Entretanto, a cena final me agradou bastante.


  2. * Kamila. Também gostei da cena que fecha o filme, ao contrário do restante do público que estava na mesma sessão que a minha, tendo soltado muitos “não acredito!” inconformados. Vamos torcer para que Marco Ricca consiga se envolver em outro projeto como diretor, pois parece que ele teve alguns problemas para finalizar este daqui.

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Tweets that mention Cabeça a Prêmio | Cine Resenhas -- Topsy.com

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: