Querido John

O primeiro romance do escritor Nicholas Sparks a ganhar uma adaptação para o cinema foi “Uma Carta de Amor”, filme protagonizado por Kevin Costner e Robin Wright. O moderado sucesso representou a confirmação de que as histórias de Nicholas Sparks tinham os ingredientes certos para conquistar ao mais ingênuo dos apaixonados, que acreditam em mudanças radicais de caráter e os mais manjados obstáculos com o qual o amor se impõe. O escritor atualmente é uma sensação e uma sétima adaptação de um de seus romances, “The Lucky One”, está previsto para estrear ano que vem com Zac Efron sob domínio da direção de Scott Hicks.

Ano passado tivemos duas adaptações. Uma foi “A Última Música”, protagonizado por Miley “”Hannah Montana” Cyrus. Já a que comentaremos agora se trata de “Querido John”, contando com os jovens Channing Tatum e Amanda Seyfried como John e Savannah. Eles se conhecem nas férias de verão e pouco demora para se transformarem em namorados. O problema são as velhas barreiras que eles enfrentam para se manterem unidos após todos esses dias proveitosos, pois John é um soldado que logo retomará as suas atividades em nome do seu país e Savannah precisa prosseguir com os estudos universitários. A solução é preservarem a paixão  se correspondendo através de cartas.

Com outra história de Nicholas Sparks que também era pouco promissora, Nick Cassavetes rendeu maravilhas em “Diário de Uma Paixão”. Pelo talento e filmografia exemplares, esperava-se que o sueco Lasse Hallström atingisse o mesmo feito. Mas se o seu “Querido John” é capaz de nos envolver em seu início e de até mesmo nos fazer torcer pela união do casal, logo impera todos os chavões típicos de Nicholas Sparks. Além do mais, Channing Tatum é uma péssima escolha para viver o protagonista. Das poucas exigências que o roteiro faz ele as desempenha de forma deplorável. Por outro lado, se existe uma razão para se ver “Querido John” é a performance tocante do veterano Richard Jenkins. Através de sutilezas, Richard Jenkins é o único capaz de dar humanidade ao romance como o pai autista de John.

Título Original: Dear John
Ano de Produção: 2010
Direção: Lasse Hallström
Roteiro: Jamie Linden, baseado no romance de Nicholas Sparks
Elenco: Channing Tatum, Amanda Seyfried, Richard Jenkins, Henry Thomas, D.J. Cotrona, Cullen Moss, Gavin McCulley, Jose Lucena Jr., Keith Robinson, Leslea Fisher, William Howard Bowman, David Andrews, Mary Rachel Dudley e Scott Porter
Cotação: **

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

5 Comentários em Querido John

  1. Bom, não achei o Channing Tatum tão horrendo assim! Ele e a Amanda Seyfried, para mim, tiveram uma boa química. Agora, concordo contigo que uma história que tinha bom potencial acaba se perdendo por completo.

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: