Shrek Para Sempre

O gênero animação ganhou um agito na última década com a criação de “Shrek”, sucesso da Dreamworks politicamente incorreta e cheia de intervenções hilárias no famoso universo dos contos de fadas. O estúdio realizou uma sequência ainda mais saborosa, “Shrek 2”, mas em “Shrek Terceiro” foi perceptível certo esgotamento criativo. O campo de personagens era vasto, só que o sarcasmo foi anulado em uma aventura animada que parecia se preocupar mais com o público infantil do que adulto.

A verdade é que a franquia perdeu muito com a saída de Andrew Adamson na direção e em “Shrek Para Sempre” restou o nome de Mike Mitchell (“Gigolô Por Acidente”, “Sobrevivendo ao Natal”) para dar um fim definitivo para Shrek e companhia (embora a popularidade do Gato de Botas tenha lhe rendido um filme solo que será lançado no final deste ano). Agora o conflito acontece a partir do instante que Shrek (voz de Mike Myers) assina um contrato de Rumpelstiltskin (voz de Walt Dohrn) para modificar o tom de sua existência, pois, antes temido, agora o ogro verde é uma atração turística e pai de rebentos barulhentos.

O nosso herói oferece para valer o contrato um dia de sua vida. O problema é que tal data roubada por Rumpelstiltskin foi a do seu nascimento. Assim, Shrek é um estranho para todos, inclusive para uma selvagem Fiona (voz de Cameron Diaz) e um gorducho Gato de Botas (voz de Antonio Banderas). Mas anulará o contrato caso troque com Fiona um beijo de amor verdadeiro. Se perde em ingenuidade dentro desse mundo paralelo, como se “Shrek” já não fosse uma versão alternativa dos famosos personagens, “Shrek Para Sempre” ganha em algumas cenas deslumbrantes (como o voo com vassouras no castelo de Rumpelstiltskin) e também a ternura que injeta na conclusão bem família.

Título Original: Shrek Forever After
Ano de Produção: 2010
Direção: Mike Mitchell
Roteiro: Darren Lemke e Josh Klausner
Vozes de: Mike Myers, Eddie Murphy, Cameron Diaz, Antonio Banderas, Julie Andrews, Jon Hamm, John Cleese, Craig Robinson, Walt Dohrn, Jane Lynch, Lake Bell, Kathy Griffin, Mary Kay Place, Kristen Schaal, Meredith Vieira, Larry King, Cody Cameron e Mike Mitchell
Cotação: ***

 

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

4 Comentários em Shrek Para Sempre

  1. Essa série já deu o que tinha que dar. As piadas envelheceram e não fazem mais graça. Ainda bem que este foi o último filme da franquia!

3 Trackbacks & Pingbacks

  1. Tweets that mention Shrek Para Sempre « Cine Resenhas -- Topsy.com
  2. Melhores de 2010 – Indicados « Cine Resenhas
  3. Melhores de 2010: Animação « Cine Resenhas

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: