Skip to content

Resenha Crítica | Toy Story 3 (2009)

O amadurecimento de uma pessoa jovem implica em diversas mudanças. Afinal, assim que largamos a adolescência, muitas coisas que nos eram queridas na infância são esquecidas. No caso de Andy, o personagem humano central de “Toy Story 3”, ir para a faculdade implica em não ver a sua mãe com a mesma frequência e abandonar temporariamente o lar onde nasceu e cresceu. Com isto, também se vai a disposição em continuar tendo seus velhos brinquedos como companhia.

O destino do caubói Woody (voz de Tom Hanks), Buzz Lightyear (Tim Allen) e companhia é o tema principal deste terceiro e último capítulo animado roteirizado por Michael Arndt e dirigido por Lee Unkrich, que registrou na última edição do Oscar a presença como finalista em cinco categorias. Todos esses bonecos, após uma tremenda confusão, vão parar em uma creche. Ao contrário de Andy no passado, as crianças fazem a maior algazarra com os inúmeros brinquedos disponíveis para a hora do recreio. O pior, entretanto, está por vir. De noite, todo o espaço é monitorado pelo urso de pelúcia Lotso (Ned Beatty), criando até mesmo uma prisão para os bonecos que não obedecerem as suas regras. Desesperados em reverem Andy, Woody e Buzz Lightyear fazem de tudo para fugirem da situação.

Acredito que muitos, assim como eu, sentiram uma grande nostalgia nos primeiros minutos de “Toy Story 3”. Afinal, os dois capítulos anteriores, produzidos em 1995 e 1999, foram animações significativas para o público infantil e também para a história do gênero com os expressivos avanços técnicos de qualidade apresentados. Por isto o humor adulto (qualquer passagem com Ken, o famoso namorado da Barbie, é impagável!) e as sequências dramáticas funcionarem melhor para uma geração marcada pelas aventuras de Woody e Buzz.

Título Original: Toy Story 3
Ano de Produção: 2009
Direção: Lee Unkrich
Roteiro: Michael Arndt
Vozes de: Tom Hanks, Tim Allen, Joan Cusack, Ned Beatty, Don Rickles, Michael Keaton, Wallace Shawn, John Ratzenberger, Estelle Harris, John Morris, Jodi Benson, Emily Hahn, Laurie Metcalf, Blake Clark, Teddy Newton, Timothy Dalton, Jeff Garlin, Bonnie Hunt, R. Lee Ermey, Richard Kind e Whoopi Goldberg
Cotação: 4 Stars

8 Comments

  1. Genial, pô. Concordo contigo sobre o filme. É nostálgico ao mesmo tempo belo e tocante. Tem coração e um pouco da gente em cada brinquedo daquele.

  2. “Toy Story 3” é o encerramento perfeito para essa trilogia. Um belo filme, que faz uma metáfora muito bonita do crescimento e do momento de deixar para trás as coisas. A cena final me faz chorar – e muito!!

  3. Os filmes da Pixar levam milhões de crianças aos cinemas, mas certamente são os adultos os que mais se divertem com seus filmes. ‘Toy Story 3’ é uma verdadeira obra-prima que merecia ter ganho todos os 5 Oscars em que foi indicado.

    http://filme-do-dia.blogspot.com/

  4. Sensacional! Encerrou de uma maneira emocionante e perfeita uma trilogia que já era sensacional. São personagens que ficam com a gente. Sem falar naquela cena final que já antológica. ;)

  5. Fala Alex! Assisti a este filme há pouco, em DVD. Gostei bastante. Principalmente na construção narrativa da história…
    Ah! Estou concorrendo a ingressar na Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos. Dê uma visitada no meu blog e se achar bacana (conteúdo e layout)…
    Abraço.

  6. […] nas principais premiações cinematográficas. Mesmo assim, embora tenha produzido o ótimo “Toy Story 3“, não se saí a melhor neste ano. Isto porque a Dreamworks é quem está responsável pela […]

  7. […] indicado ao Oscar 2011 na categoria de Melhor Animação (perdeu para “Toy Story 3“), “O Mágico” é uma animação de traços tradicionais cada vez mais raros de […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: