Skip to content

Resenha Crítica | 5x Favela – Agora Por Nós Mesmos (2010)

Em 1962, cinco cineastas se reuniram para moldar o projeto “Cinco Vezes Favela”, dramática coletânea de cinco curtas-metragens onde cada um apontava sua visão sobre as favelas e seus habitantes. Quase cinco décadas depois, um dos realizadores daquele projeto, Carlos Diegues, produz uma nova versão que se diferencia da anterior por contar com uma equipe própria das favelas e morros cariocas. Com resultado na média, “5x Favela – Agora Por Nós Mesmos” serve como oportunidade para comprovar que, com o apoio devido, muitos podem se aventurarem como diretores de um cinema com conteúdo relevante e com perspectivas inusitadas. Então vamos esmiuçar cada uma das cinco realizações que compõem “5x Favela – Agora Por Nós Mesmos”.

“Fonte de Renda” é o primeiro título apresentado por “5x Favela – Agora Por Nós Mesmos”. Feito pela dupla Manaira Carneiro e Wagner Novais, o personagem central é Maicon, primeira pessoa da comunidade onde vive a se graduar em Direito. Sem grana, Maicon tem dificuldades para pagar a passagem do transporte público e os livros exigidos pelos professores da universidade. Acaba vendendo drogas para os alunos de sua sala para poder arcar com as dívidas. Há uma reviravolta não muito bem elaborada, mas dá para sentir na pele o sufoco passado por Maicon.

“Arroz com Feijão”, de Cacau Amaral e Rodrigo Felha, é o segmento mais terno. Wesley (Juan Paiva) tem um pai que está cansado de levar todos os dias como marmita para o trabalho apenas arroz com feijão. O garoto então combina com seu melhor amigo Orelha (Pablo Vinicius) de presenteá-lo com um frango assado para o jantar de seu aniversário. Eles fazem de tudo para conseguir alguns trocados e o desafio só é maior porque eles são roubados por “mauricinhos” assim que garantem o dinheiro. A realização é perfeita e muito bem-humorada graças as notáveis performances dos pequenos Juan Paiva e Pablo Vinicius.

“Concerto Para Violino” é o segmento mais violento e talvez por isto seja o mais deslocado de todo o conjunto. O diretor Luciano Vidigal apenas reprisa velhos chavões de narrativas situadas nas favelas cariocas e há um acontecimento forte (um homem sendo queimado vivo) que pouco convence, embora o envolvimento entre o trio protagonista atinja um desfecho que surpreende. Estes três personagens no caso são Márcia (Cíntia Rosa), Jota (Thiago Martins) e Ademir (Samuel de Assis), que na infância fizeram pacto de amizade e cujos destinos se cruzam anos depois.

“Deixa Voar” é bem conduzido por Cadu Barcelos. O problema está na história que pode soar muito ingênua para o espectador, focando um jovem (Vitor Carvalho) que após perder uma pipa é obrigado pelo dono dela a pegá-la na favela rival. O cineasta supera a limitação do texto ao impor a partir deste impasse uma grande tensão quanto ao rumo do protagonista.

“Acende a Luz” disputa com “Arroz com Feijão” o título de melhor segmento de “5x Favela – Agora Por Nós Mesmos”. É uma dúvida cruel, mas é fato de que acertaram em cheio ao selecionarem a história para fechar este projeto que soma aproximadamente noventa minutos ao todo. A diretora Luciana Bezerra também apresenta uma situação cômica quando a energia de uma favela acaba na véspera de natal. Assim, o clima de harmonia entre os moradores é quebrado. Sobra para o técnico da companhia de eletricidade, que é feito de refém pelos moradores no poste de energia elétrica até que resolva o problema que depende de uma única peça.

Título Original: 5x Favela – Agora Por Nós Mesmos
Ano de Produção: 2010
Direção: Cacau Amaral, Cadu Barcelos, Luciana Bezerra, Luciano Vidigal, Manaira Carneiro, Rodrigo Felha e Wagner Novais
Elenco: João Carlos Artigos, Flavio Bauraqui, Zózimo Bulbul, Vitor Carvalho, Samuel de Assis, Edyr de Castro, Jayme del Cueto, Fátima Domingues, Gregório Duvivier, Washington Feijão, Ricardo Fernandes, Luis Fernando, Dandara Guerra, Dila Guerra, Ruy Guerra, Silvio Guindane, Joyce Lohanne, Thiago Martins, Marcelo Melo, Carlos Eduardo Nunes, Juan Paiva, Roberta Rodrigues, Sarita Rodrigues, Cintia Rosa, Gleison Silva, Renata Tavares, Josanna Vaz, Luciano Vidigal, Pablo Vinicius, Marcio Vito e Hugo Carvana
Cotação:  3 Stars

5 Comments

  1. Kamila Kamila

    Como tenho lido comentários interessantes sobre este filme, fica a vontade de conferí-lo algum dia.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: