Melhores de 2010: Som

Guerra ao Terror“ é daquele tipo de produção que depende de um competente trabalho técnico para ter o seu impacto repercutido na plateia. Tendo conquistado o Oscar na categoria de som e edição de som, os craques Paul N. J. Ottosson e Ray Beckett sairam-se melhor do que o esperado. Fazem o que é habitualmente se vê numa narrativa que reserva sequências de combate militar, mas também nos deixam com os nervos à flor da pele em circunstâncias especiais, como no esmero testemunhado com a criação da sufocante participação de Guy Pearce.

Vencedor:Guerra ao Terror“ (Paul N. J. Ottosson e Ray Beckett)

Outros indicados:À Prova de Morte“ | “Salt“ | “Scott Pilgrim Contra o Mundo“ | “Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro

Em 2009: Avatar
Em 2008: “[REC]
Em 2007: Possuídos

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

6 Comentários em Melhores de 2010: Som

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: