Melhores de 2010: Efeitos Visuais

No cinema contemporâneo é cada vez mais comum lidar com filmes que dependem exclusivamente de computação gráfica. Algo natural, vendo todos os avanços da tecnologia. A questão é que nem todos são capazes de manipular com perfeição a técnica. Basta avaliar os indigestos “2012” e “Transformers: A Vingança dos Derrotados”. Por outro lado, há trabalhos realmente primorosos, como é o caso de “Alice no País das Maravilhas“. A equipe de efeitos visuais liderada por Carey Villegas, David Schaub, Ken Ralston e Sean Phillips apresenta um trabalho cheio de minúcias, preservando a atmosfera de outros filmes de Tim Burton e do conto original como também oferecendo algumas impagáveis caracterizações, a exemplo d’O Valete de Copas de Crispin Glover, que recebe um corpo totalmente computadorizado.

Vencedor:Alice no País das Maravilhas“ (Carey Villegas, David Schaub, Ken Ralston e Sean Phillips)

Outros indicados:A Origem“ | “O Livro de Eli“ | “Resident Evil 4: Recomeço“ | “Scott Pilgrim Contra o Mundo

Em 2009: “Avatar
Em 2008: “As Crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian”
Em 2007:  “A Bússola de Ouro”

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

2 Comentários em Melhores de 2010: Efeitos Visuais

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: