Skip to content

Resenha Crítica | Professora Sem Classe (2011)

Desde o sucesso do clássico “Ao Mestre, Com Carinho”, não faltam produções americanas que surgem para destacar a grande influência que os professores exercem sobre os seus alunos, especialmente quando estes nunca tiveram sonhos de um futuro melhor ao estarem encurralados numa realidade de criminalidade. Histórias edificantes à parte, passou da hora de alguém homenagear esses profissionais sob um viés politicamente incorreto. “Professora Sem Classe” seria uma aposta segura para este feito caso seus momentos engraçados não estivessem concentrados apenas no trailer.

Oportunista e sem papas na língua. Estas são as principais características da professora Elizabeth Halsey, feita por uma Cameron Diaz sempre perfeita neste tipo de papel. Elizabeth sonha em encontrar um homem rico o suficiente para afastá-la definitivamente do quadro negro, mas o bom partido da vez a desmascara antes de subir ao altar. Com uma didática da qual julga poderosa (ela exibe filmes como “O Preço do Desafio”, “Mentes Perigosas” e “Pânico” para os seus alunos enquanto cochila em sala de aula), Elizabeth vê no novo professor interpretado por Justin Timberlake o pretendente perfeito para retomar o seu plano, pois o sujeito é membro de uma família com um empreendimento bem-sucedido e com condições suficientes para lhe garantir uma vida de princesa. Daria tudo certo se ele não estivesse interessado em outra professora, a careta Amy (Lucy Punch, exagerada).

Filho do renomado diretor americano Lawrence Kasdan (“Corpos Ardentes” e “O Turista Acidental”), Jake Kasdan obtêm em “Professora Sem Classe” o seu primeiro sucesso estrondoso de bilheteria, justificado apenas com o apelo do elenco central. A dupla de roteiristas Gene Stupnitsky e Lee Eisenberg tem como experiência principal na função alguns episódios escritos para a versão americana do seriado “The Office” e claramente não compreendem bem a linguagem cinematográfica, criando o que mais parecem esquetes televisivos do que uma narrativa coesa. A relação entre mestres e alunos sempre é digna de uma boa história independentemente do cenário onde elas estão situadas. Faltou em “Professora Sem Classe” maior fluência para que ela desse certo.

Título Original: Bad Teacher
Ano de Produção: 2011
Direção: Jake Kasdan
Roteiro: Gene Stupnitsky e Lee Eisenberg
Elenco: Cameron Diaz, Lucy Punch, Jason Segel, Justin Timberlake, Phyllis Smith, John Michael Higgins, Dave Allen, Kaitlyn Dever, Kathryn Newton, Igal Ben Yair, Aja Bair, Andra Nechita, Noah Munck, David Paymer, Paul Feig, Rick Overton, Alanna Ubach e Molly Shannon
Cotação: 2 Stars

One Comment

  1. […] Árvore da Vida” é uma exuberante viagem sensorial | “Super 8” é Spielberg de segunda | “Professora Sem Classe” tem Cameron Diaz do jeito que o público gosta | “Um Sonho de Amor” é nova razão de Tilda […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: