Não Sei Como Ela Consegue

Foi-se o tempo onde mulher casada era sinônima de dona de casa. Atualmente, não são apenas os homens que ditam regras no mercado de trabalho, como se vê no número expressivo de mulheres que trabalham para garantirem o próprio sustento e independência. Diretor de filmes de época como “Emma” e “O Herói da Família”, Douglas McGrath tem com “Não Sei Como Ela Consegue” seu primeiro filme contemporâneo.

Na história, adaptado de um romance de Allison Pearson, Sarah Jessica Parker vive Kate, uma workaholic que divide as tarefas familiares com o marido Richard (Greg Kinnear). Executiva de uma grande corporação em Boston, Kate precisa sacrificar o convívio com os dois filhos pequenos para atender Jack Abelhammer (Pierce Brosnan), cliente que vive em Nova York. Entre constantes viagens que prejudicam até mesmo o seu feriado de Ação de Graças, Kate precisará fazer uma escolha: ou dar prioridade as suas necessidades pessoais e procurar manter de segundo plano sua vida profissional ou vice-versa.

Não há dúvidas de que “Não Sei Como Ela Consegue” foi feito para atingir o público feminino. Há até um tom documental na narrativa, com personagens secundários falando sobre Kate e expondo diante das câmeras como conciliar família e trabalho. Trata-se de um recurso que confere certa personalidade a um filme que não conta com um argumento muito original. Há também situações bem escritas pouco exploradas em títulos similares, como aquele onde Kate não sabe como preservar seu profissionalismo ao finalizar uma mensagem de e-mail para Jack – é engraçado o conselho da sua assistente interpretada por Olivia Munn, explicando que digitar XO (beijo e abraço) como saudação final é o mesmo que dizer que quer transar com o seu chefe/cliente.

Por outro lado, a presença de Sarah Jessica Parker como protagonista faz “Não Sei Como Ela Consegue” remeter muito a “Sex and the City”, seriado que lhe rendeu sucesso como intérprete. Não se trata de subestimar o trabalho da eterna Carrie Bradshaw, mas é difícil digerir a condução da história quando ela apela para o humor físico pouco funcional da atriz (não há graça vê-la coçando a cabeça por causa de piolhos transmitidos pelo filho) ou no uso constante de narração em off.

Título Original: I Don’t Know How She Does It
Ano de Produção: 2011
Direção: Douglas McGrath
Roteiro: Aline Brosh McKenna, baseado no romance de Allison Pearson
Elenco: Sarah Jessica Parker, Pierce Brosnan, Greg Kinnear, Christina Hendricks, Kelsey Grammer, Seth Meyers, Olivia Munn, Jane Curtin, Mark Blum, Busy Philipps, Sarah Shahi, Jessica Szohr, Emma Rayne Lyle, Julius Goldberg, Theodore Goldberg e James Murtaugh
Cotação: 2 Stars

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

2 Comentários em Não Sei Como Ela Consegue

  1. Perdi a chance de assistir a este filme no cinema, mas a sensação que eu tenho é a de que o trailer dele conta tudo que eu precisava saber sobre essa história, que parece ser mega previsível, com uma execução somente regular.

2 Trackbacks & Pingbacks

  1. Indicados ao Framboesa de Ouro 2012 « Cine Resenhas – 5 Anos
  2. Vencedores do Framboesa de Ouro 2012 « Cine Resenhas – 5 Anos

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: