Skip to content

Resenha Crítica | Cada Um Tem a Gêmea Que Merece (2011)

Assistir a uma comédia protagonizada por Adam Sandler é um verdadeiro risco. Se em um momento ele está à frente de produções divertidas como “Tratamento de Choque” (que inspira o novo seriado do canal FX protagonizado por Charlie Sheen, “Anger Management”) “Como se Fosse a Primeira Vez” e “Esposa de Mentirinha”, em outro faz tolices como “Um Faz de Conta Que Acontece”, “Gente Grande” (com sequência atualmente em filmagens) e este “Cada Um Tem a Gêmea Que Merece”, nova parceria do comediante com o diretor Dennis Dugan.

A fórmula secreta dos filmes mais bem-sucedidos de Adam Sandler é simples. O comediante faz praticamente o mesmo papel, mas funciona quando contracena com alguém suficientemente talentoso ou carismático para compensá-lo. Ou seja: não é difícil alguém extrair algo de intérpretes como Jack Nicholson, Drew Barrymore e Jennifer Aniston, mesmo tendo de trocar diálogos com alguém inferior em todos os aspectos.

Na trama, Jack e Jill (papéis de Sandler) são irmãos que jamais se deram bem. As razões são bem compreensíveis. Se Jack é um sujeito insosso e egoísta, Jill é uma mulher extremamente insuportável e ingênua. As piadas nada inspiradas surgem assim que fica forte o desejo de Jack  em evitar Jill ao mesmo instante em que ela tenta criar vínculos com ele. Como esperado, a composição de Sandler para incorporar os dois papéis é desastrosa e a impressão de que “Cada Um Tem a Gêmea Que Merece” se tornaria menos ruim caso David Spade vivesse os dois papéis é inevitável, uma vez que a cena que ele protagoniza (ele faz uma mulher chamada Monica) é a única a extrair alguma risada.

“Cada Um Tem a Gêmea Que Merece” provavelmente é o pior filme de Sandler porque temos de aturá-lo em dose dupla sem alguém minimamente bom para dar algum suporte às piadas. A presença de Al Pacino pode até tornar contraditória essa afirmação, mas o veterano está há tanto tempo atuando no automático no cinema que vê-lo interpretando uma versão de si mesmo é mais constrangedor do que hilário. Se há algum acerto envolvendo “Cada Um Tem a Gêmea Que Merece” está nos troféus que arrebatou em todas as categorias para o qual foi indicado na última edição do Framboesa de Ouro.

Título Original: Jack and Jill
Ano de Produção: 2011
Direção: Dennis Dugan
Roteiro: Adam Sandler e Steve Koren
Elenco: Adam Sandler, Katie Holmes, Al Pacino, Elodie Tougne, Rohan Chand, Eugenio Derbez, David Spade, Nick Swardson, Tim Meadows, Allen Covert, Norm MacDonald, Geoff Pierson, Valerie Mahaffey, Gary Valentine, Shaquille O’Neal, Dennis Dugan, Rob Schneider e Johnny Depp
Cotação:

4 Comments

    • Matheus, eu continuo arriscando. Afinal, como disse, ver um filme com Adam Sandler pode ser tanto uma agradável surpresa como um grande aborrecimento.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: