Skip to content

Resenha Crítica | Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios (2011)

Com “O Invasor”, o cineasta paulistano Beto Brant apresentou um thriller com qualidade rara em nosso cinema, o que lhe rendeu grande prestígio diante do público e da crítica. Desde então, Beto Brant pareceu incapaz de realizar uma obra à altura. Se “Crime Delicado” e “Cão Sem Dono” dividiram opiniões, “O Amor Segundo B. Schianberg” passou totalmente despercebido. Com “Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios”, testemunhamos o cineasta em sua melhor forma.

Em nova colaboração com o diretor Renato Ciasca e o escritor Marçal Aquino, Beto Brant conta, de forma pouco linear, a formação de um triângulo amoroso. Na primeira cena de “Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios”, Lavínia (Camila Pitanga) posa para o seu amante Cauby (Gustavo Machado), fotógrafo que está vivendo temporariamente em uma casa em Santarém, cidade do interior do Pará. Apesar do relacionamento ardente, Lavínia parece incapaz de trocar Cauby por Ernani (Zecarlos Machado), um pastor que praticamente a fez renascer em um passado obscuro.

Passado e presente se misturam e aos poucos vamos conhecendo todas as características de Lavínia, a verdadeira protagonista de “Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios”. E aí, por maior que seja a força do texto de Marçal Aquino e a maneira como Beto Brant e Renato Ciasca consegue envolver o público, o filme apresenta como maior virtude o desempenho de Camila Pitanga. Seja na tevê ou no cinema, a atriz carioca jamais apresentou um trabalho realmente memorável. Aqui, Camila Pitanga tem a árdua tarefa de representar praticamente três papéis, uma vez que a Lavínia que circula pelos três atos da narrativa apresenta três personalidades totalmente distintas, resultando em uma entrega bárbara da atriz.

Embora a dupla de realizadores tenha sido criticada pelo tom documental de algumas sequências que se propõem a discutir o negócio de exploração ilegal de madeira em Santarém, estes instantes só acrescentam autenticidade à fita, uma vez que apresentam ao público as paisagens e costumes de um cenário raramente explorado por nossos realizadores.

Mesmo assim, “Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios” não está isento de imperfeições. Sente-se que Beto Brant e Renato Ciasca alongaram demais o terço final do filme, especialmente pelo uso constante de fades. Usado sem moderação, este recurso de montagem torna incômoda a espera pela cena que realmente concluirá a história.

Título Original: Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios
Ano de Produção: 2011
Direção: Beto Brant e Renato Ciasca
Roteiro: Beto Brant e Renato Ciasca, baseado no romance homônimo de Marçal Aquino
Elenco: Camila Pitanga, Gustavo Machado, Zé Carlos Machado, Gero Camilo, Adriano Barroso, Lívea Amazonas, Magnólio de Oliveira, Simone Sou e Antonio Pitanga

5 Comments

  1. Eu acho o título desse filme muito poético. Adoro a dupla Beto Brant e Renato Ciasca e tenho muita curiosidade para assistir ao longa, especialmente por causa da elogiada atuação da Camila Pitanga.

    • Kamila, se alguém montasse uma lista de títulos mais belos, este daqui não poderia ficar de fora. Este é um drama romântico do qual acredito que você apreciará bastante. Qualidades não faltam.

  2. […] Bejo | “O Artista” Camila Pitanga | “Eu Receberia As Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios” Ellen Barkin | “Bastidores de Um Casamento” Noomi Rapace | “Millenium II – A Menina Que […]

  3. […] em circuito restrito.Por isto, é fácil encontrar o maior destaque entre os quatro finalistas: “Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios”, nova parceria entre Beto Brant e Renato Ciasca. Ao adaptar o romance homônimo de Marçal […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: