Skip to content

Resenha Crítica | Lola Contra o Mundo (2012)

Todos nós estabelecemos ou iremos estabelecer uma idade na qual temos que estar com a nossa vida devidamente nos eixos. Engravidar, sair da casa dos pais, se formar na faculdade ou formar uma família são apenas alguns dos planos que acompanham qualquer indivíduo. Lola (Greta Gerwig) é assim como nós e quer se casar antes de se tornar trintona. Porém, a vida é cheia de pegadinhas e Lola cairá em várias delas.

Lola é pedida em casamento por Luke (Joel Kinnaman). No entanto, quando se aproxima o grande dia em que irão selar a união, ele é tomado por um nervosismo que o faz desistir de tudo. O problema é que, ao contrário de Luke, Lola parece ter perdido tudo com este rompimento e um vazio rapidamente lhe toma quando reflete que não havia conquistado nada na vida além de uma promessa de matrimônio não concretizada.

A presença dos seus pais (Bill Pullman e Debra Winger, lamentavelmente desperdiçados) e dos melhores amigos Alice (Zoe Lister Jones) e Henry (Hamish Linklater, do seriado “The New Adventures of Old Christine”) deveria trazer serenidade para Lola, mas só a deixa emocionalmente mais confusa.

O americano Daryl Wein chamou a atenção dois anos atrás com o lançamento de “Breaking Upwards”, uma produção que custou apenas 15 mil dólares e que contou com a sua companheira Zoe Lister Jones como protagonista e roteirista. Em “Lola Contra o Mundo” é perceptível as tentativas de conquistar um público mais amplo – não à toa, o estúdio é o mesmo que transformou o também indie(500) Dias Com Ela” um sucesso. Isto não acontece porque “Lola Contra o Mundo” não atinge o público em cheio.

Daryl Wein e Zoe Lister Jones infantilizaram demais a história e deram mais importância para os conflitos de Lola com o amor do que qualquer outra coisa. O fim de um relacionamento despedaça qualquer um, mas as nossas ambições profissionais, o bom convívio com aqueles que nos cercam constantemente e a descoberta do nosso eu interior são indispensáveis quando tentamos nos reerguer de uma queda. Pena que “Lola Contra o Mundo” só dê importância para isto na conclusão da história, que apresenta graça e amadurecimento não testemunhados em nenhum outro momento da projeção.

Título Original: Lola Versus
Ano de Produção: 2012
Direção: Daryl Wein
Roteiro: Daryl Wein e Zoe Lister Jones
Elenco: Greta Gerwig, Joel Kinnaman, Zoe Lister Jones, Hamish Linklater, Bill Pullman, Debra Winger, Ebon Moss-Bachrach, Maria Dizzia, Jonathan Sale, Adriane Lenox, Jay Pharoah, Cheyenne Jackson e Parisa Fitz-Henley

2 Comments

  1. Não conhecia esse filme, mas, pelo que tiro do seu texto, me parece ser um longa apenas mediano. Não foi o suficiente pra atrair minha curiosidade.

    • Kamila, “Lola Versus” chegou nesta última semana em DVD e Blu-ray nos Estados Unidos e não tem previsão para chegar no Brasil. Tinha boas expectativas com o filme, pois tem um elenco excelente e o seu trailer veio com a promessa de que a história abordaria assuntos dos quais sempre me fisgam. O resultado é apenas mediano, mesmo.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: