Skip to content

Resenha Crítica | Jack Reacher – O Último Tiro (2012)

Jack Reacher - O Último Tiro | Jack Reacher

Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Original por “Os Suspeitos”, o americano Christopher McQuarrie não conseguiu alcançar o mesmo sucesso em seus trabalhos seguintes. Só impediu que seu nome caísse em esquecimento ao iniciar com Tom Cruise uma parceria que se deu com “Operação Valquíria”. Agora, a dupla adapta o romance homônimo de Lee Child, rendendo algo a princípio envolvente.

Em um início espetacular, vemos através da mira de um rifle cinco pessoas assassinadas aleatoriamente por um atirador militar em plena manhã. Sem razão aparente, o sujeito, que realizou os disparos no alto de um edifício, pagou pelo estacionamento do veículo usado para a fuga. O detetive Emerson (David Oyelowo) rapidamente adquire as digitais da moeda depositada no parquímetro, levando-o a James Barr (Joseph Sikora). Ao ser interrogado, James apenas escreve em um papel “Encontre Jack Reacher”.

Jack Reacher (Tom Cruise) é um ex-policial militar do exército norte-americano e atualmente vive no anonimato. Sabe-se que Reacher conhece muito bem James Barr e por isso não hesita em ir à Pittsburgh para defendê-lo. Depara-se com Helen Rodin (Rosamund Pike), advogada obstinada em provar a inocência de James, que entra em coma após ser espancado por outros criminosos enquanto era transferido para a prisão. Astuto e cínico, Jack Reacher não demora a chegar à conclusão de que há uma conspiração e que as vítimas talvez armazenassem segredos que os condenaram.

Antes do terceiro ato se aproximar, “Jack Reacher – O Último Tiro” se mostra uma eficiente fita de ação que se diferencia ao introduzir nos diálogos um humor quase ácido. Há também um elenco secundário de respeito, a exemplo do promotor e pai de Helen interpretado por Richard Jenkins e, surpresa, Werner Herzog como um senhor que pode ser o pivô de toda a conspiração deduzida por Reacher.

Lamentavelmente, não há elogios endereçados ao protagonista. Enfadonho, Tom Cruise acredita somente em seu status de astro ao carregar um projeto cujo título agrega um nome não muito peculiar. O mais incômodo, entretanto, é notar que não há praticamente nenhuma variação entre Jack Reacher com outros de seus heróis, como os espiões Ethan Hunt (da franquia “Missão: Impossível”) e Roy Miller (de “Encontro Explosivo”). A distração resultam em dejà vú e desinteresse no momento em que finalmente as peças se encaixam.

Jack Reacher, 2012 | Dirigido por Christopher McQuarrie | Roteiro de Christopher McQuarrie e Lee Child (romance) | Elenco: Tom Cruise, Rosamund Pike, Robert Duvall, Jai Courtney, Richard Jenkins, Werner Herzog, David Oyelowo, Alexia Fast, Michael Raymond-James, Kristen Dalton, James Martin Kelly, Joseph Sikora, Nicole Forester, Josh Helman e Sara Lindsey

2 Comments

  1. […] ficção e documentários – isso quando não faz bicos como ator, a exemplo do recente “Jack Reacher – O Último Tiro“. Após as filmagens de “My Son, My Son, What Have Ye Done” (que permanece […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: