Skip to content

Resenha Crítica | Uma Família em Apuros (2012)

Uma Família em Apuros | Parental Guidance

O cinema jamais deixou de evidenciar a importância que os avós têm na formação da personalidade de seus netos. Afinal, nada melhor do que contar uma história dramática (ou cômica) em que há ausência de sintonia na dinâmica entre três gerações distintas. É exatamente essa a premissa de “Uma Família em Apuros”, filme para o público em geral em que os veteranos Billy Crystal e Bette Midler recebem a oportunidade de ouro em viverem  protagonistas após alguns anos pouco gloriosos no cinema.

Artie (Billy Crystal) é um comentarista esportivo que é derrubado por um mercado que atualmente valoriza os profissionais mais jovens. Ao enfrentar uma aposentadoria forçada, Artie não consegue encontrar nada de relevante para fazer em seu lar ao lado de sua esposa, Diane (Bette Midler). Filha de Artie e Diane, Alice (Marisa Tomei) tem uma rotina tumultuada com o marido Phil (o insosso Tom Everett Scott), com quem é incapaz de reservar um segundo para respirar fundo, pois as responsabilidades diárias se estendem ao criarem os três filhos, Harper (Bailee Madison), Turner (Joshua Rush) e Barker (Kyle Harrison Breitkopf), crianças com temperamentos muito difíceis. O quinteto é um espelho da atual classe média alta, uma vez que ele se vê completamente refém da modernidade.

Quando Alice e Phil chegam à conclusão de que é preciso tirar férias para o relacionamento não esfriar, eles selecionam Artie e Diane para cuidarem por alguns dias de Harper, Turner e Barker. E assim um choque se apresenta nesta reaproximação familiar, pois Alice e Phil querem ter filhos perfeitos e robóticos enquanto Artie e Diane defendem o velho valor de que é preciso um relacionamento mais humano para que os seus netos cresçam aprendendo cedo que a vida não é feita somente de maravilhas.

Responsável pelos divertidos “A Loucura de Mary Juana” e “Ela é o Cara”, Andy Fickman anda incapaz de entregar um bom filme desde o imerecido sucesso de “Treinando um Papai”. Embora consiga espontaneidade das crianças com que trabalha e revele o lado mais descontraído de atores já estabelecidos, Fickman lamentavelmente não faz bom uso da moral bacana por trás de “Uma Família em Apuros”. Até chegar a aguardada reconciliação entre todos os membros desta família, é preciso tolerar uma sucessão de babaquices, como pancadas nas partes íntimas de Billy Crystal e tentativas frustradas de arrancar risos diante de algumas situações constrangedoras envolvendo o caricato trio de rebentos.

Parental Guidance, 2012 | Dirigido por Andy Fickman | Roteiro de  Joe Syracuse e Lisa Addario | Elenco: Billy Crystal, Bette Midler, Marisa Tomei, Tom Everett Scott, Bailee Madison, Joshua Rush, Kyle Harrison Breitkopf, Jennifer Crystal Foley, Rhoda Griffis, Gedde Watanabe, Steve Levy e Tony Hawk | Distribuidora: Fox

2 Comments

  1. O elenco dessa comédia é muito bom e acho que são esses atores que vão acabar chamando atenção para um filme que, na realidade, me parece ser bem irregular.

    • Me parece que o argumento do filme partiu do próprio Billy Crystal, que aparentemente passou poucas e boas ao cuidar dos seus netos durante um fim de semana. O elenco é muito bacana, mas não segura o filme por muito tempo.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: