Skip to content

A Visitante Francesa

A Visitante Francesa | Da-reun na-ra-e-seoMentes criativas que lidam com a criação de histórias provavelmente imaginam inúmeras possibilidades de situações ao construírem o protagonista e o cenário perfeitos. Na teoria, a estudante de cinema Wonju (Jung Yumi) é um desses talentos, pois desenvolve rapidamente três histórias com base em ideias que preenchem a sua caixola a partir do instante em que nota não estar desfrutando como gostaria uma viagem que realiza com a sua mãe (Youn Yuhjung).

Em todas essas três histórias que serão narradas em “A Visitante Francesa”, Anne (Isabelle Huppert) será a personagem central que transitará por paisagens sob o clima nublado da cidade de Mohang situada na Coreia do Sul. Sua primeira Anne é uma diretora de cinema que flerta com um colega de profissão (Kwon Hyehyo) casado com Kumhee (Moon Sori), que está nas últimas etapas de sua gravidez. Na segunda história, Anne vai ao encontro de Munsoo (Moon Sungkeun), seu rico amante que estabelece uma distância física diante dela em lugares públicos a fim de não levantar suspeitas. Já na terceira e última história, Anne visita Park Soon (novamente Youn Yuhjung), uma antiga colega de universidade.

Além de termos três Annas diferentes, personagens secundários reaparecem uma ou duas vezes com personalidades sutilmente modificadas. A exceção é somente o salva-vidas interpretado por Yu Junsang, um sujeito simpático e ingênuo que cria uma estranha sintonia com todas as Annas, o que assegura os únicos bons momentos de “A Visitante Francesa”.

Responsável por “HAHAHA” (lançado em circuito alternativo no Brasil no ano passado), o cineasta Sang-soo Hong pretende evidenciar um processo criativo vivido por um contador de  mergulha ao imaginar inúmeras versões para um mesmo argumento. Na prática, a intenção não obtém sucesso porque ela não passa de um mero artifício para (re)contar uma história que não mostra a que veio. Além do mais, Isabelle Huppert  não encontra meios de diferenciar suas três Annas (haveria aí um ruído de comunicação entre intérprete e cineasta?) e Hong Sang-soo abusa de planos de conjunto e zooms desajeitados que transformam “A Visitante Francesa” em uma experiência visual enfadonha.

Da-reun na-ra-e-seo, 2012 | Dirigido por Hong Sang-soo | Elenco: Isabelle Huppert, Yu Junsang, Youn Yuhjung, Moon Sori, Kwon Hyehyo, Moon Sungkeun, Jung Yumi, Moon So-ri e Kim Youngoak | Distribuidora: Pandora

4 Comments

  1. Esse filme passou no último Festival Varilux de Cinema Francês, mas perdi a chance de conferir. Para ser bem sincera, eu só conferiria mesmo por causa da Isabelle Huppert, que é uma grande atriz.

    • Nem sabia que este filme estava na programação do último Varilux. Foi uma chance de conhecer o cinema de Sang-soo, mas eu não gostei nem um pouco do modo como o roteiro é conduzido.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: