Skip to content

Resenha Crítica | Truque de Mestre (2013)

Truque de Mestre | Now You See Me

Apadrinhado por Luc Besson, o jovem francês Louis Leterrier conseguiu se impor já em seus dois primeiros filmes: “Cão de Briga”, que segue como seu melhor trabalho até o momento, e “Carga Explosiva 2”, considerado o melhor capítulo da trilogia do mercenário Frank Martin (vivido por Jason Statham). A seguir, Leterrier se perdeu sem a supervisão de Besson, mas prova com o surpreendente sucesso de “Truque de Mestre” que hoje é um cineasta mais seguro.

A aventura de mistério inicia de modo muito promissor. J. Daniel Atlas (Jesse Eisenberg), Henley Reeves (Isla Fisher), Merritt McKinney (Woody Harrelson) e Jack Wilder (Dave Franco) são quatro mágicos com habilidades especiais recrutados para  representarem Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse, grupo que será patrocinado pelo milionário Arthur Tressler (Michael Caine). O problema é que as principais atrações armadas pelo quarteto envolvem roubo a bancos, o que sempre garante shows com ingressos disputadíssimos.

Embora não ajam dúvidas de que Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse sejam ladrões, a polícia é incapaz de desvendar os truques usados nas apresentações para desmascará-los. Escalado para liderar essa difícil missão, o burocrático detetive Dylan Rhodes (Mark Ruffalo) desvendará que Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse ocultam diversas motivações para zerar os cofres de bancos escolhidos a dedo. Para auxiliá-lo, a agente novata da Interpol Alma Dray (Mélanie Laurent) e o especialista em revelações dos mais complexos truques de mágica Thaddeus Bradley (Morgan Freeman) entram em cena.

Com aquela energia que somente os cineastas franceses conseguem apresentar em fitas hollywoodianas, Louis Leterrier faz de “Truque de Mestre” aquele tipo de entretenimento em que o espectador se vê totalmente preso na poltrona. Há vários fatores que colaboram para isso. O principal sem dúvida é a harmonia do elenco, pois jovens e veteranos talentos interagem de modo muito especial. Também há aquela prazerosa sensação de deslumbramento diante dos truques e de surpresa quanto cada um deles são devidamente solucionados pelo astuto Thaddeus. Por fim, o ingrediente essencial: a mistura de humor e ação, inquestionavelmente bem conduzida por Leterrier.

Eis que, quando “Truque de Mestre” tem tudo para consolidar-se como um dos grandes blockbusters do ano, o trio de roteiristas Boaz Yakin, Ed Solomon e Edward Ricourt mete os pés pelas mãos na tentativa frustrada de tornar a história mais inteligente do que ela verdadeiramente é. De uma hora para a outra, “Truque de Mestre” segue uma linha muito diferente daquela desenvolvida inicialmente, encaminhando as ações d’Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse para algo muito maior. Essa escolha faz com que o último ato seja preenchido por excessos de efeitos visuais e reviravoltas estapafúrdias. E assim, o que era para ser um truque de mágica bem executado se transforma em uma piada de muito mau gosto. Do jeito que ficou, nem dá para aguardar com alguma ansiedade pela sequência já anunciada.

Now You See Me, 2013 | Dirigido por Louis Leterrier | Roteiro de Boaz Yakin, Ed Solomon e Edward Ricourt | Elenco: Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Harrelson, Isla Fisher, Dave Franco, Mélanie Laurent, Morgan Freeman, Michael Caine, Michael Kelly, Common, David Warshofsky, José Garcia, Jessica Lindsey, Caitriona Balfe, Stephanie Honore e Conan O’Brien | Distribuidora: Paris Filmes

Be First to Comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: