Skip to content

Os Filhos do Padre

Os Filhos do Padre | Svecenikova djeca

37ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Fazer uma maratona na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo proporciona inúmeras experiências. Entre elas, há a chance de rever grandes clássicos do cinema através das retrospectivas, ver com antecedência as obras mais badaladas em festivais de cinema e ter acesso a filmes que jamais pintarão em nosso circuito comercial ou mesmo em homevideo. O que também não falta na programação é ao menos um título que traga uma premissa para lá de exótica. Na 37ª edição da Mostra, não há filme que defenda melhor esta categoria do que “Os Filhos do Padre”.

Veja só a premissa. Fabijan  (Kresimir Mikic) é um padre com a missão de realizar missas em uma igreja situada em uma vila da Dalmácia. Ao adaptar-se rapidamente no local, Fabian fica barbarizado com um fato: não há o registro de nenhum nascimento. Em contrapartida, a lista de falecidos só aumenta. Este cenário muda a partir do momento que um ingênuo sujeito chamado Petar (Niksa Butijer) decide se confessar para ele.

Petar é um comerciante cujos lucros advém com a venda exorbitante de preservativos. Isto o faz se considerar um mostro, pois acredita fazer um mal a humanidade vendendo daquilo que impede a gravidez. Não somente para aliviar a consciência de Petar, o padre Fabijan decide tomar uma atitude inacreditável: espetar com uma agulha todos os preservativos antes de Petar pô-los à venda.

Quinto longa-metragem de Vinko Bresan e primeiro a ser exibido no Brasil, “Os Filhos do Padre” sabe fazer humor esperto com sua proposta ao mesmo tempo bizarra e polêmica. Há um esforço em não centrar a história somente na ação do padre Fabijan, bem como em qualquer discussão que relacione a gravidez com a fé católica.

Ainda que a música de Mate Matisic canse ao pontuar os instantes em que o riso deve chegar ao ápice (o uso sem moderação de saxofone em uma comédia nunca foi uma boa escolha), o roteiro explicita todas as implicações originadas com este “milagre” operado no índice de natalidade infantil em Dalmácia. Afinal, ao contrário do que o padre Fabijan  inicialmente supõe, conceber um filho não é uma dádiva almejada por todos os casais.

Svecenikova djeca, 2013 | Dirigido por Vinko Bresan | Roteiro de Vinko Bresan | Elenco: Kresimir Mikic, Niksa Butijer, Marija Skaricic, Inge Appelt, Petar Atanasoski, Ana Begic, Mile Blazevic, Goran Bogdan, Zdenko Botic, Niko Bresan, Vinko Bresan, Ivan Brkic, Dusan Bucan e Senka Bulic | Perspectiva Internacional

Be First to Comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: