Skip to content

Ponto Crítico – Ago/13

Ponto Crítico Ago-13

Saudações cinéfilas.

Os resultados do Ponto Crítico de Agosto confirmam uma coincidência engraçada. Após “Tabu” (Ponto Crítico de Junho) e “Branca de Neve” (Ponto Crítico de Julho), “Frances Ha” é o terceiro filme consecutivo em preto e branco que conquista o topo das melhores médias. Além do mais, “Frances Ha” foi, ao lado de “Flores Raras”, o filme mais assistido: dos 19 blogueiros que participam desta edição, 15 prestigiaram a prova produção de Noah Baumbach.

Superando os resultados decepcionantes da edição anterior, o Ponto Crítico de Agosto traz alguns títulos conquistando boas médias. Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, o norueguês “A Aventura de Kon-Tiki” praticamente empatou com “Bernie – Quase um Anjo”, filme rodado por Richard Linklater antes de “Antes da Meia-noite” e que misteriosamente passou batido pelo circuito comercial de cinema.

Entre todos os lançamentos, somente “Vendo ou Alugo” ficou com uma média ruim. Ao que tudo indica, a nova comédia da cineasta Betse de Paula só entusiasmou mesmo o júri do Cine PE, que misteriosamente lhe conferiu 12 Troféus Calunga.

 

TOP 5

.

79Frances Ha, de Noah Baumbach [15/19]
As expectativas e inseguranças da vida aos 20 e poucos anos estão bem representadas por esse roteiro que se atém a pequenas situações do cotidiano para nos aproximar da protagonista (Greta Gerwig, ótima). + Cinema e Argumento

.

75A Aventura de Kon-Tiki, de Espen Sandberg e Joachim Rønning [6/19]
A Aventura de Kon-Tiki serve para reafirmar a posição das grandes produtoras nórdicas como algumas das maiores do mundo, conseguindo estabelecer imensas coproduções e reunir em uma mesma obra alguns dos melhores profissionais do cinema. + Adoro Cinema

.

75Bernie – Quase um Anjo, de Richard Linklater [9/19]
Propondo várias reflexões enquanto apresenta uma história deliciosamente surreal, Linklater ainda extraí de seu elenco performances admiráveis. + Em Cartaz

.

.

74Camille Claudel, 1915, de Bruno Dumont [12/19]
Camille Claudel, 1915 trata menos da violência formalizada e mais da que a precede e a sucede, a dor psicológica, dor de todos os tempos, acronológica e de impossível relativização. + Tudo é Crítica

.

72Bling Ring – A Gangue de Hollywood, de Sofia Coppola [13/19]
Com distanciamento entre câmera e elenco em momentos chave, Coppola segue o caminho oposto de discussões acerca da criação e educação em tempos que velam diferenças e particularidades. + Cinema o Rama

.

LANTERNINHA

.

45Vendo ou Alugo, de Betse de Paula [5/19]
Por vezes o que sobra é o humor pelo humor e uma incômoda impressão de colagem de esquetes que usam a mesma locação. + Cenas de Cinema

 

.

Participaram desta edição: Alex Gonçalves (Cine Resenhas), Elton Telles (Pós-Première), Erika Liporaci (Artes & Subversão), Francisco Carbone (Cineplayers), Gustavo H. Razera (Cine Cápsulas), Hélio Flores (Cinefilia.com), Kamila Azevedo (Cinéfila Por Natureza), Luis Galvão (Galvanismo), Marçal Viana (Lixeira Dourada), Marcelo Ferreira (Visitante), Márcio Sallem (Em Cartaz), Mateus Denardin (All POP Stuff), Mayara Bastos (Apaixonada por Cinema), Maza Rigotti (Cinéfilos Famintos), Mila Ramos (Cenas de Cinema), Pedro Henrique (Tudo é Crítica), Pedro Tavares (Cinema o Rama), Rafael Carvalho (Moviola Digital) e Robson Saldanha (Portal Cine).

2 Comments

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: