Skip to content

Jogos Vorazes: Em Chamas

Jogos Vorazes: Em Chamas | The Hunger Games: Catching Fire

Uma regra que lamentavelmente deixou de ser respeitada pelas atuais franquias no cinema é aquela sobre a superioridade de uma sequência. O episódio seguinte não deve justificar a sua existência apenas reprisando o que deu certo da obra anterior para assegurar o sucesso financeiro. É preciso ampliar as dimensões de tudo aquilo que a diferencia de outras histórias, bem como explorar caminhos mais arriscados. É exatamente o que faz “Em Chamas”, o segundo capítulo da cinessérie “Jogos Vorazes“.

Mesmo com alguns problemas, “Jogos Vorazes” conseguiu se apresentar como um filme voltado ao público juvenil mais maduro do que o aguardado ao ambientar sua história em um cenário domado por um governo totalitário. O crescimento dessa premissa não é testemunhado somente na versão literária de Suzanne Collins, como também na adaptação para cinema conduzida por Francis Lawrence, que substitui (e supera) o cineasta Gary Ross.

A melhor decisão de “Jogos Vorazes: Em Chamas” foi ambientar a maior parte de sua história fora de uma arena em que tributos (assim são chamados os representantes de cada distrito) se digladiam. Ao contrário de todas as expectativas, é na primeira metade de “Em Chamas” que está concentrada uma tensão genuína. Afinal, como Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence, que aqui incorpora e compreende a personagem plenamente) conseguirá manter o seu relacionamento falso com Peeta Mellark (Josh Hutcherson) diante do olhar astuto do presidente Snow (Donald Sutherland)? Como viver com sua família em um refúgio luxuoso quando o Distrito 12 vive tempos mais precários do que nunca? O pior: como viver a líder de uma revolução que se desenha quando ela não está preparada para esta responsabilidade?

Cercado desses questionamentos, “Em Chamas” consegue de algum modo transferi-los para a arena, que em sua 75ª edição promoverá o embate entre 24 tributos, dois de cada distrito, vencedores em disputas anteriores. Entre massacres e armadilhas, Katniss verá que há outras coisas para se preocupar, como a integridade daqueles que ama e as intenções suspeitas de seus aliados, como Finnick (Sam Claflin) e Johanna (Jena Malone, que rouba a cena), e Plutarch Heavensbee (Philip Seymour Hoffman), novo responsável pelos Jogos Vorazes.

O único porém que aparece ao final de “Jogos Vorazes: Em Chamas” é que seu capítulo seguinte, “A Esperança” será dividido em duas partes, uma decisão tomada após o sucesso surpreendente de “Jogos Vorazes”. Assim como aconteceu em “A Saga Crepúsculo: Amanhecer” e “Harry Potter e as Relíquias da Morte“, apresentar “A Esperança” em duas partes pode ser prejudicial para algo que poderia muito bem ser condensado em um único filme. É aguardar para que a energia vibrante da direção de Francis Lawrence consiga se sustentar.

 The Hunger Games: Catching Fire, 2013 | Dirigido por Francis Lawrence | Roteiro de Michael Arndt e Simon Beaufoy, baseado no romance homônimo de Suzanne Collins | Elenco: Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Elizabeth Banks, Woody Harrelson, Donald Sutherland, Stanley Tucci, Toby Jones, Jack Quaid, Taylor St. Clair, Sandra Ellis Lafferty, Paula Malcomson, Willow Shields, Lenny Kravitz, Erika Bierman, Jeffrey Wright, Amanda Plummer, Sam Claflin, Lynn Cohen e Jena Malone | Distribuidora: Paris Filmes

3 Comments

  1. Confesso que eu gostei bem mais de “Jogos Vorazes”. “Em Chamas” me parece a ponte para uma trama que tende a ser bem mais densa, especialmente na discussão dos temas principais abordados por essa série.

    • Kamila, já penso que o nível atingido em “Em Chamas” é muito superior diante do original. Se a densidade alcançada em “A Esperança” será ainda maior, só vou saber após ler ao livro.

  2. […] foi atualizado após a confirmação de duas avaliações não computadas. Com isto, “Jogos Vorazes: Em Chamas” assume a quarta posição entre os filmes mais bem avaliados nesta […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: