Skip to content

Detona Ralph

Detona Ralph | Wreck-It Ralph

Após um momento de crise criativa, as animações em longa-metragem da Disney recuperaram a confiança dos espectadores após uma onda de títulos acima da média. Finalista ao Oscar de Melhor Animação e lançado em janeiro do ano passado no Brasil, “Detona Ralph” é um componente importante para essa linha de progresso que foi brevemente retardada com a existência de “Carros 2”.

Com créditos na direção de alguns episódios dos seriados animados “Os Simpsons” e “Futurama”, Rich Moore faz sua estreia na animação em longa-metragem com o pé direito ao conseguir de modo competente um feito hoje obrigatório em qualquer bom filme do gênero que se preze: agradar tanto ao público infantil quanto ao adulto. Ao mesmo tempo em que conta com protagonistas que farão os pequenos ficarem maravilhados, “Detona Ralph” desperta a nostalgia nos mais velhos ao trazer inúmeras faces outrora apresentadas em jogos eletrônicos de plataformas como o Super Nitendo.

Há uma inversão de papéis que rendem lições bacaninhas. Ralph (voz de John C. Reilly) é um grandalhão cujo dever durante o expediente de trabalho é vestir o uniforme de vilão no jogo “Fix-It Felix”. Enquanto Ralph promove a destruição, Felix Jr. (Jack McBrayer) é incubido de consertar o estrago com o seu martelinho insosso. O problema é que, ao contrário do game, Ralph é um sujeito de bom coração e incompreendido, algo não percebido pelos seus colegas. Ao querer provar que também pode ser um herói, Ralph acaba invadindo outros jogos em busca de uma medalha de campeão. Sua peregrinação em outros universos traz resultados catastróficos e sua única aliada será Vanellope (Sarah Silverman), uma espécie de bug em forma de menina.

Além de Ralph, Vanellope e, vá lá, Felix Jr., há outro personagem bacana com destaque “Detona Ralph”: Calhoun (Jane Lynch), que parece uma versão de Samus Aran, a caçadora de recompensas à frente do game “Metroid”. Mas o melhor mesmo é ver os lutadores Ryu, Ken, Mister Bison, Zangief, Chun Li e Cammy (“Street Fighters”), o Sonic e até mesmo o Pac-Man. Pena que, para privilegiar a amizade construída entre Ralph e Vanellope, a maioria acabe fazendo apenas figuração, tornando um pouco enganosa a publicidade em torno dessas presenças ilustres.

Wreck-It Ralph, 2012 | Dirigido por Rich Moore | Roteiro de Jennifer Lee e Phil Johnston | Vozes de John C. Reilly, Sarah Silverman, Jack McBrayer, Jane Lynch, Alan Tudyk, Mindy Kaling, Joe Lo Truglio, Ed O’Neill, Dennis Haysbert, Edie McClurg, Raymond S. Persi, Jess Harnell, Racheel Harris, Rich Moore e Skylar Astin | Distribuidora: Disney

4 Comments

  1. Excelente filme e belo texto, merecia o Oscar ano passado!

    • Muito obrigado, Emerson. No ano em que “Detona Ralph” concorreu, meu favorito era ” Frankenweenie”, mas é um filme melhor que “Valente”, o grande vencedor do Oscar.

  2. Eu adorei “Detona Ralph”. Como você bem diz, um filme com personagens carismáticos e uma mensagem para lá de interessante: a de que nós não devemos ficar presos àquilo que se espera da gente. Devemos, sim, ser aquilo que realmente somos, sem medo de críticas ou de não aceitação.

    • Kamila, exatamente. E é uma moral que repercute com a mesma força tanto nos pequenos quanto em nós.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: