Skip to content

Melhores de 2013: Fotografia

BlancanievesBraço direito do cineasta Álex de la Iglesia (de “Crime Ferpeito”), Kiko de la Rica estabeleceu uma parceria de risco com Pablo Berger em “Branca de Neve”. Mais do que dar uma nova perspectiva para o já exaustivamente revisitado “Branca de Neve e os Sete Anões”, Kiko de la Rica recorreu à técnica utilizada nos primórdios do cinema. Assim como em “O Artista”, temos uma proporção de tela de 1,33:1 (o que faz uma tela widescreen ser invadida por tarjas verticais), uma história em que os diálogos são substituídos por letreiros e, claro, a ausência de cores. É definitivamente um sacrifício em nome da arte, pois “Branca de Neve” apresenta uma proposta estético inquestionavelmente arrebatadora dificilmente comprado pelo público atual.

Vencedor:Branca de Neve” (Kiko de la Rica)

Outros indicados:A Hora Mais Escura” | “Gravidade” | “Segredos de Sangue” | “Spring Breakers – Garotas Perigosas

Em 2012:Precisamos Falar Sobre o Kevin
Em 2011: Melancolia
Em 2010:
Direito de Amar
Em 2009: “Anticristo
Em 2008: “Sem Medo de Morrer
Em 2007:  “Babel

2 Comments

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: