Melhores de 2013: Efeitos Visuais

GravityFoi uma sensação o vídeo que traz o trecho de uma coletiva de imprensa de “Gravidade” na Cidade do México, em que um repórter (na realidade, um comediante) perguntou ao diretor Alfonso Cuáron como foi a experiência de filmá-lo no espaço. A brincadeira só comprova o nível de perfeição técnica da produção, que oferece ao espectador uma experiência como nunca vista antes. Com o departamento de efeitos visuais liderado pelo quarteto Chris Lawrence, Dave Shirk, Neil Corbould e Tim Webber (vencedores do Oscar na categoria), foi preciso desenvolver novas tecnologias (os truques digitais, construídos totalmente com o suporte de computadores, ficaram a cargo da companhia britânica Framestore) para que “Gravidade” conseguisse nos fazer presente em um cenário inusitado.

Vencedor:Gravidade” (Chris Lawrence, Dave Shirk, Neil Corbould e Tim Webber)

Outros indicados:A Viagem” | “Círculo de Fogo” | “Jack – O Caçador de Gigantes” | “O Hobbit: A Desolação de Smaug

Em 2012:As Aventuras de Pi
Em 2011: Planeta dos Macacos – A Origem
Em 2010:Alice no País das Maravilhas
Em 2009: “Avatar
Em 2008: “As Crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian”
Em 2007:  “A Bússola de Ouro”

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

2 Comentários em Melhores de 2013: Efeitos Visuais

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: