Honra dos Cavaleiros (2006)

Honra dos Cavaleiros | Honor de cavallería

Honor de Cavelleria, de Albert Serra

.:: INDIE 2014 Festival Cinema ::.

Além de Eugène Green, Albert Serra é outro cineasta a ganhar uma homenagem no INDIE 2014 Festival Cinema com uma retrospectiva de sua filmografia. Produzida em 2006, “Honra dos Cavaleiros” é a primeira obra de sua carreira e já impõe uma característica que lhe é muito particular: a desmitificação de grandes personagens da história e da literatura.

Antes de dar outros traços para Casanova e Drácula no recente “História da Minha Morte”, Albert Serra debutou ao rever para o cinema o romance “Dom Quixote”, escrito por Miguel de Cervantes. Como não poderia faltar em seu “Honra dos Cavaleiros”, há também o fiel escudeiro de Dom Quixote, Sancho Pança.

Produzido com apenas 300 euros, “Honra dos Cavaleiros” pouco faz para preencher os seus 103 minutos. Com um humor que funciona somente quando Dom Quixote (interpretado por Lluís Carbó) manipula Sancho Pança (Lluís Serrat) ao notar que a sua lealdade está enfraquecendo, a narrativa envolve a jornada exaustiva dos personagens por terrenos espanhóis, criando respiros somente através de diálogos primários e planos abertos com câmera na mão que confirmam o amadorismo do filme.

O mais curioso é como o Albert Serra que apresentou o filme no festival difere daquele que dirigiu “Honra dos Cavaleiros”. Bem humorado e com fortes argumentos que justificam o seu interesse por remodelar personagens consagrados, Albert Serra se revela aborrecido no que se refere ao modo como materializa em imagens as suas intenções.

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

2 Comentários em Honra dos Cavaleiros (2006)

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Cine Resenhas | O Canto dos Pássados (2008)

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: