Skip to content

Resenha Crítica | Confia em Mim (2014)

Confia em Mim

Confia em Mim, de Michel Tikhomiroff

Estar em uma fase em que a vida parece estagnada uma ribanceira não é fácil, especialmente se os dias são dedicados unicamente ao trabalho para concretizar o desejo de atingir uma ascensão profissional. Mari (Fernanda Machado) é uma chef de mão cheia, mas a todo o momento é impedida de inserir no cardápio os seus pratos singulares pelo dono do restaurante, Edgar (Fabio Herford), um sujeito autoritário que jamais reconhece os seus esforços.

Diante das frustrações, é natural que Mari, uma jovem que tem apenas a sua melhor amiga e companheira de trabalho Teresa (a excelente Fernanda D’Umbra), responda às investidas de Caio (Mateus Solano). Empresário, o sujeito é um boa pinta que Mari conheceu em uma degustação de vinhos que parece disposto não comente em conquistá-la, como também enchê-la de otimismo para investir em um negócio próprio.

Estreante na direção de um longa-metragem, Michel Tikhomiroff alça voos muito mais altos que o seu próprio pai, João Daniel Tikhomiroff, veterano responsável pelo recente “Besouro”. Com um primeiro ato que contempla todos os elementos de um romance, “Confia em Mim” logo traz uma reviravolta que o configura como um thriller ao dar indícios de que Caio não sustenta o caráter que vinha apresentando em seu relacionamento com Mari, o que pode deixá-la em apuros.

Como é sugerido no título, o roteiro escrito por Fabio Danesi se ampara pelo sentimento de confiança, pelo crédito que conferimos tanto ao nosso potencial quanto àqueles que nos envolvemos com uma má intenção mascarada por uma boa lábia. Diante dos dois aspectos, a atriz Fernanda Machado faz um trabalho exemplar ao permitir que o público torça pelo seu sucesso e pela sua segurança quando se vê em um beco sem saída. Ao mesmo tempo, Michel Tikhomiroff confere honestidade ao conduzir uma história que assume um tom pouco usual em nossa cinematografia, algo testemunhado tanto nas surpresas bem pregadas quanto em uma cena final que não extingue o valor de sua protagonista.

Be First to Comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: