Skip to content

Prêmio Review | Melhores de 2014: Filme

NebraskaNEBRASKA
(produzido por Albert Berger e Ron Yerxa)

“Nebraska é um filme com tudo no lugar certo: o roteiro é redondo, com diálogos incrivelmente espirituosos; o ritmo prende o interesse do espectador da primeira à última cena; o elenco está tão fantástico que merecia uma premiação coletiva; a fotografia em P&B é um charme; e a direção firme de Payne conjuga todos esses elementos para criar um todo harmonioso.” – Erika Liporaci [Artes & Subversão]

“Longos planos e a opção pelo preto e branco criam o distanciamento do público, mero espectador da jornada, mas não impedem o envolvimento e identificação com os personagens.” – Cecilia Barroso [Cenas de Cinema]

“Um filme belíssimo que resiste ao tempo e cresce de tamanho à medida que nos afastamos dele. Uma das grandes joias do ano nos cinemas brasileiros.” – Reinaldo Glioche [Cineclube]

“Nebraska é um road movie, um olhar crítico e rabugento da terceira idade, um relato sobre comunicação entre gerações e um belo estudo sobre como pais influenciam filhos e vice-versa. Tudo com a devida calma e sutileza, trazendo aquela sensação tão frequentemente errada de que nada está acontecendo.” – Matheus Pannebecker [Cinema e Argumento]

“Nebraska (2013) dá sequência ao tema abordado em Os Descendentes e As Confissões de Schmidt. Será que temos aqui uma trilogia involuntária? Não importa. O que vale é que ninguém conta esse tipo de história no cinema atual tão bem quanto Alexander Payne.” – Otávio Almeida [Hollywoodiano]

“Nebraska se faz belo por um conjunto harmônico de elementos, nada parece fora de lugar. É quando o cinema clássico mais convencional está tão afiado àquilo que se propõe que consegue construir uma trama tão fluida quanto emocional.” – Rafael Carvalho [Moviola Digital]

Outros indicados:Cães Errantes” | “Ninfomaníaca: Volumes 1 & 2” | “O Grande Hotel Budapeste” | “O Lobo Atrás da Porta” | “O Lobo de Wall Street” | “O Passado” | “Philomena” | “Sob a Pele” | “Uma Vida Comum

Em 2013: A Hora Mais Escura
Em 2012:
O Artista
Em 2011:
Incêndios
Em 2010:Os Homens Que Não Amavam As Mulheres
Em 2009:A Partida
Em 2008: “O Nevoeiro”
Em 2007:Possuídos

3 Comments

  1. Alex, não sabia que você gostava tanto de “Nebraska”! Eu adoro o filme e acho o melhor de Alexander Payne desde “As Confissões de Schmidt”!

  2. Também amo esse filme! É uma crônica singela e crítica sobre a terceira idade. Belíssima escolha! ;)

  3. Também não tem nem o que falar “Nebraska” foi um dos melhores filmes que ja vi na minha vida toda.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: