Skip to content

O humor politicamente incorreto na ensolarada Filadélfia

It's Always Sunny in Philadelphia

Sempre tive uma tendência em proteger os fracos e oprimidos. Quando não é contra o Corinthians, prefiro os times mais fracos. Luto pelas causas perdidas. Opto pelo underground em detrimento do mainstream. Prefiro mais apostar no azarão.

Partindo desse principio, gostaria de comentar um seriado que vejo a algum tempo, poucas pessoas sabem que vejo e quando conto sequer sabem que essa série existe: “It’s Always Sunny in Philadelphia”.

Pra quem não tem noção do que estou falando, essa é uma série de humor, de vinte e poucos minutos, sem claque, baseada na… Filadélfia. Estrelada por Rob McElhenney (criador), Charlie Day, Glenn Howerton, Kaitlin Olson e, a partir da segunda temporada, Danny DeVito, tem como enredo um grupo de amigos cuja missão é administrar um bar irlandês.

Seria fácil e enfadonho, senão pelo fato deles serem uma espécie de anti-heróis, asquerosos, sempre em busca de tirar vantagens por meios politicamente incorretos.

Tentativas de golpes, tráfico, sexo, abuso de drogas e álcool, piadas com estereótipos de minorias ou humor negro são temas corriqueiros dessa série que está em sua… décima temporada! E, ao menos no Brasil, é quase desconhecida – e creio que em qualquer outro lugar fora dos Estados Unidos.

E isso é bom, tendo em vista que um seriado que usa de um humor tão ácido como essa tem que agir meio na surdina. Ou talvez a surdina seja uma consequência do seu humor – que até para os fãs pode ser intragável às vezes.

Porém, sempre há uma espécie de moral da história intrínseca, haja visto ser raro eles se darem bem em suas empreitadas. O que, apesar do humor politicamente incorreto, mostra que eles não pregam isso. Pelo contrário, tocam no assunto e tiram sarro deles mesmos.

Bom para assistir com cerveja gelada.

.

Paolo Enryco amadureceu em frente à tevê e por esse motivo adquiriu um humor exótico e um senso crítico rabugento. Sua formação, que varia entre o sensato e o lírico, compõe suas críticas – ou seja lá o que ele escreve aqui. Mais devaneios em Eu Penso.

2 Comments

  1. Cinéfila por Natureza Cinéfila por Natureza

    Já ouvi falar nesse seriado, mas, infelizmente, falta tempo para acompanhar séries de TV.

    • Kamila, o mesmo aqui. Mas sempre tento dar um jeito de acompanhar ao menos um seriado. Neste momento, estou vendo “O Reino”, de Lars von Trier.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: