Skip to content

Resenha Crítica | Bem-vindo ao Clube (2014)

Bem-Vindo ao Clube (Willkommen im Klub)

Willkommen im Klub, de Andreas Schimmelbusch

.:: 39ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo ::.

A ficção continua lançando um olhar curioso sobre a decisão que muitos têm em interromper a própria existência. Portanto, o suicídio vem como uma ação que incita um debate sobre os personagens que desejam cometê-lo e o contexto que estão inseridos. Em seu filme de estreia, o diretor alemão Andreas Schimmelbusch parece interessado em estabelecer esse diálogo com o público, abrindo o seu “Bem-vindo ao Clube” com a seguinte frase de Sylvia Plath: “Morrer é uma arte, como tudo o mais. Que eu pratico surpreendentemente bem”. Ledo engano.

A história inicia com Kate (Patrycia Ziolkowska) realizando o check-in em um hotel. Ela é atendida pelo prestativo Viktor (Wolfram Koch). O cardápio pouco usual, envolvendo uma leva de comprimidos, e um disparo em uma das acomodações vizinhas denunciam: a protagonista está em um estabelecimento especializado em receber pessoas com o desejo de se matarem. Porém, uma química imediata de Kate com Viktor a faz repensar sua escolha.

A partir do ponto em que essas duas almas se conectam com a decisão de viverem juntos,  “Bem-vindo ao Clube” começa a embaraçar tudo o que deduzíamos não somente sobre eles, como também sobre a própria premissa. A constatação provoca uma frustração crescente, pois a sensação é a de que todos transitam em um buraco negro sem qualquer rastro de coerência.

Kate e Viktor são figuras desinteressantes e o roteiro desastroso também assinado por Andreas Schimmelbusch cria uma série de situações sem qualquer unidade. Além do mais, as motivações de Kate, uma atriz em aparente declínio, sugerem como base o trauma provocado por uma figura paterna, ainda que essa dedução seja perdida em pesadelos e em uma DR insuportável. Nunca se desejou tanto que uma personagem se matasse na primeira oportunidade.

One Comment

  1. Cinéfila por Natureza Cinéfila por Natureza

    Alex, adoro a sinceridade com a qual você faz seus textos! A última frase dessa resenha está impagável!

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: