Skip to content

Resenha Críutica | Nós Monstros (2015)

Nós Monstros (Wir Monster)

Wir Monster, de Sebastian Ko 

.:: 39ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo ::.

Como é comum nas maratonas de grandes festivais de cinema, sempre há aquela busca em identificar na seleção de títulos vindos de todos os cantos do mundo um tema em comum que repercuta na sociedade em geral. O sentimento de impunidade diante de um crime foi bastante discutido em algumas produções e em “Nós Monstros” ele se dá a partir da decisão dos pais em ocultar um assassinato cometido pela própria filha adolescente.

A filha, no caso, é Sarah (Janina Fautz), que diz ter empurrado a melhor amiga Charlie (Marie Bendig) de uma ponte, fato que toma a ação nos dez minutos iniciais. Nesta ocasião, o pai de Sarah, Paul (Mehdi Nebbou), estava próximo ao local como um carona para as duas garotas. Não encontrando o corpo de Charlie na parte rasa do rio, recomenda que o melhor a fazer é negar que ela os encontrou durante todo o dia.

Christine (Ulrike C. Tscharre), mãe de Sarah e ex-mulher de Paul, também acredita que esta é a melhor decisão. É evidente que essa postura irá perturbá-los a cada minuto e manter as aparências se transformará em um fardo, especialmente com uma indiferença por parte de Sarah que a aproxima de uma psicopata e com as intervenções do pai de Charlie (Ronald Kukulies).

Embora seja inevitável se distrair até que os desdobramentos dos comportamentos questionáveis dos personagens se apresentem, é clara certa inexperiência do alemão Sebastian Ko na condução de sua própria dramaturgia. A sua premissa promissora já oferece grande parte das ferramentas para entregar um ótimo conto moral, mas chega um instante em que ligar pontos com excesso de acasos extrapola o limite do tolerável. Talvez alcançasse resultados mais favoráveis caso abraçasse sem ressalvas o humor negro, com o qual flerta com atraso no epílogo.

Be First to Comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: