Skip to content

Resenha Crítica | Macbeth: Ambição e Guerra (2015)

Macbeth - Ambição e Guerra (Macbeth)

Macbeth, de Justin Kurzel

Nem sempre é regra, mas as adaptações de grandes peças, romances e contos que persistem em nossa memória são aqueles que conseguem subverter o texto original, carregando-o para um contexto atual. Baseado em uma das obras mais populares e encenadas de William Shakespeare, “Macbeth: Ambição e Guerra” definitivamente não está interessada em reinventar a roda, propondo fidelidade sem brilhantismo.

São Jacob Koskoff, Michael Lesslie e Todd Louiso os responsáveis pelo roteiro de “Macbeth: Ambição e Guerra”, apresentando respeito extremo ao material inclusive nos diálogos shakesperianos, por vezes incompreensíveis até mesmo para aquele que tem o inglês como língua materna. Há também um acerto quanto a ambientação, flagrando paisagens que ilustram uma Escócia um tanto distante da opulência de um reinado.

Como já se sabe de cor e salteado, Macbeth (Michael Fassbender) é ainda o Barão da Escócia quando planeja o assassinato do Rei Duncan (David Thewlis), sendo impulsionado ao crime por Lady Macbeth (Marion Cotillard). Coroado, a sua ambição por poder absoluto o faz cometer novas atrocidades, como eliminar todos os possíveis herdeiros ao trono.

Os excelentes coadjuvantes, a exemplo de Paddy Considine como Banquo, Sean Harris como Macduff e Elizabeth Debicki como Lady Macduff, bem como a potência de um texto que segue resistindo com a vinda de novas gerações, compensam os esforços insuficientes do cineasta australiano Justin Kurzel (“Os Crimes de Snowtown”), com opções estéticas indecisas que o aproximam de um iniciante, como a ação às vezes em curso normal, às vezes congelada da batalha inicial e a beleza plástica e vazia do terceiro ato com tinta escarlate. Um filme com prazo de validade que será determinado com a vinda de um novo e inevitável “Macbeth”.

Be First to Comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: