Resenha Crítica | Resident Evil 6: O Capítulo Final (2016)

Resident Evil 6: The Final Chapter, de Paul W. S. Anderson

Embora eu tenha assistido o primeiro “Resident Evil”, “O Hóspede Maldito”, quando tinha apenas 13 ou 14 anos, é um filme que volta e meia revisito sem que o meu conceito sobre ele sofra abalos. Bem como qualquer outro episódio de uma franquia que, mesmo com altos e baixos bem evidentes, sempre se mostrou como um escapismo delicioso. Por tudo isso, é uma pena que “O Capítulo Final” seja um ponto final tão amargo, no qual todo apelo por personagens e por uma estética estilizada se dissipou. As razões são rapidamente expostas no vídeo que pode ser assistido acima – já abaixo, compartilho a retrospectiva que foi ao ar no último domingo.

 

Data:
Filme:
Resident Evil 6: O Capítulo Final
Avaliação:
1
Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

Be the first to comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: