Melhores de 2016: Efeitos Visuais

.

Se há um ponto a ser exaltado em “Caça-Fantasmas” além da reformulação de personagens é um viés artístico que se testemunha a partir do uso dos efeitos visuais. Existe um risco em pincelar digitalmente um frame com a mistura de cores primárias (alguém lembra de “Speed Racer”?), mas o supervisor dessa categoria técnica, Peter G. Travers,  eleva a estética pretendida a um nível que deve ser apreciado no melhor cinema que tem o filme em exibição. Uma pena que a impopularidade tenha falado mais alto, pois os envolvidos mereciam repetir a dose com uma sequência.

.

OUTROS DESTAQUES:
Alice Através do Espelho • Capitão América: Guerra Civil • Doutor Estranho • O Regresso

.

Em 2015: Ex-Machina: Instinto Artificial
Em 2014: 
Planeta dos Macacos: O Confronto
Em 2013:
Gravidade
Em 2012:
As Aventuras de Pi
Em 2011: Planeta dos Macacos – A Origem
Em 2010: Alice no País das Maravilhas
Em 2009: Avatar
Em 2008: As Crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian
Em 2007:  A Bússola de Ouro

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

Be the first to comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: