Resenha Crítica | Guarnieri (2017)

Guarnieri, de Francisco Guarnieri

Ainda está para vermos no Brasil um sucessor à altura de Gianfrancesco Guarnieri, que a partir dos 22 anos de idade mergulhou em uma carreira artística na qual desempenhou exemplarmente as funções de ator, diretor e dramaturgo. Nascido na Itália, Guarnieri tinha a mesma desenvoltura para criar um texto do peso de “Eles Não Usam Black-Tie” quanto para desempenhar papéis de destaque em novelas globais, como “Mulheres de Areia”, “Rainha da Sucata” e “A Próxima Vítima”.

Pois muito além de enaltecer o talento bruto desse grande artista, o documentário “Guarnieri” vem a tratar justamente de uma sucessão que sequer os próprios filhos foram capazes de corresponder. É de um registro bem particular, contando somente com depoimentos de Paulo e Flávio Guarnieri (que faleceu em abril de 2016) e direção de Francisco Guarnieri, neto de Gianfrancesco e filho de Paulo.

Como exibido em um dos trechos iniciais do documentário, na qual cede uma entrevista para Marília Gabriela, Guarnieri defendia que a sua arte era uma extensão de suas preocupações como homem sobre os problemas sociais que o rondavam. Não à toa, as suas peças foram marcadas principalmente pelo direito de luta dos menos favorecidos, sendo a sua obra-prima “Eles Não Usam Black-Tie” tão pertinente em uma atualidade que discute a legitimidade das manifestações populares.

A qualidade das imagens de arquivo e as declarações francas de Paulo e Flávio dão conta de traçar uma homenagem franca a Guarnieri, aqui também exposto como um indivíduo que abdicou de uma vida privada mais plena em detrimento dos compromissos profissionais. Fale frisar que o formato modesto se deve ao modelo proposto pelo “Histórias que Ficam”, programa de fomento e difusão de documentários que em sua segunda edição contemplou outros três títulos com lançamentos a serem definidos: “Corpo Delito”, de Pedro Rocha; “Iramaya”, de Carolina Benjamin; e “No Vazio do Ar”, de Priscilla Regis Brasil.

Data:
Filme:
Guarnieri
Avaliação:
3
Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

Be the first to comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: