Resenha Crítica | O Rastro (2017)

O Rastro, de J.C. Feyer

Em matéria de filme de terror, o que nunca tivemos dúvida é do interesse do público brasileiro pelo gênero, tornando o país líder em receptividade na América Latina. Agora, porque esse sucesso só se traduz quando se lida com produções estrangeiras, especialmente as produzidas nos Estados Unidos?

Filme de estreia de J.C. Feyer, “O Rastro” é mais uma das tentativas recentes para provar que brasileiro também sabe fazer filme de terror, mas com resultados que muitas vezes não vão muito além da boa intenção. É uma produção bem acabada, com uma equipe no controle da situação e que, mesmo assim, não consegue tornar a experiência incômoda, o mínimo que se espera de um legítimo terror.

Confira no vídeo a seguir uma análise completa de “O Rastro” feita com exclusividade para o canal do Cine Resenhas no YouTube.

Data:
Filme:
O Rastro
Avaliação:
21star1stargraygraygray
Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

Be the first to comment

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: