Resenha Crítica | Os Pobres Diabos (2013)

Os Pobres Diabos, de Rosemberg Cariry

Seja na ficção, no documentário e até mesmo na literatura, o cineasta Rosemberg Cariry sempre se debruçou sobre questões do sertão brasileiro que muitas vezes não adentram este nosso eixo Rio-São Paulo. Portanto, mesmo com quatro anos de atraso, o lançamento de “Os Pobres Diabos” em nosso circuito alternativo é algo a se celebrar.

A demora até colabora de algum modo, pois desde a ditadura que não se via a arte em um estado tão frágil quanto a que testemunhamos hoje com a instabilidade de nosso cenário político, com ideologias díspares separando a classe (vide o adiamento do mais novo Cine PE) e o clima de incerteza que corrompe o Ministério da Cultura com as duas trocas constantes de gestão. De um microcosmo, “Os Pobres Diabos” parece estar tratando sobre cada ponto do mapa brasileiro.

.

Aqui, vemos o Gran Circo Teatro Americano em crise, pois a sua itinerância tem sido ameaçada com a baixa procura do público. Ao fixar as lonas na cidade de Aracati, vemos as peripécias da trupe, precisando de boa lábia para convencer a companhia de eletricidade a manter a energia ligada e que chega até mesmo a ofertar entrada gratuita em troca de gatos que são engaiolados para virar espetos.

No centro de tudo, há um triângulo amoroso. Comprometida com Zeferino (Gero Camilo), Creusa (Sílvia Buarque) também levanta as suas saias para Lazarino (Chico Díaz). É uma relação que parece não ter solução e que espalha as atrações que protagonizam, amparadas por uma tradição burlesca que não encontra respaldo da audiência.

Nesta que marca a sua terceira parceria com Chico Díaz (também protagonista em “Corisco & Dadá” e “Lua Cambará – Nas Escadarias do Palácio”), Rosemberg Cariry parte de um tom cômico talvez inédito em sua filmografia. Faz toda a diferença, pois, embora não particularmente engraçado, “Os Pobres Diabos” conquista com ele uma dose de esperança necessária em tempos de crise. Os aplausos podem ser tímidos e o vendaval tudo vai soprar, mas o atração precisa ir adiante.

.

Data:
Filme:
Os Pobres Diabos
Avaliação:
3
Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

Be the first to comment

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: