Exposição Storaro: Escrever com a Luz. Dupla Impressão Entre Fotografia e Cinematografia | 22/9 a 4/11

Listar os maiores diretores de fotografia do cinema é uma missão difícil. Agora, relacionar o italiano Vittorio Storaro entre eles é um item não somente óbvio, como também obrigatório. Hoje com 77 anos de idade, Storaro pode não ser citado como outrora, mas segue ativo e muito bem adaptado ao predomínio do digital – é ele o responsável por introduzir Woody Allen nesta “nova realidade” com “Café Society“.

Das quatro ocasiões em que foi indicado ao Oscar, Storaro saiu vitorioso em três delas, por “Apocalypse Now”, “Reds” e “O Último Imperador”. Antigo colaborador de Bernardo Bertolucci, Carlos Saura e Francis Ford Coppola, merecia muito mais louros, especialmente por “O Pássaro das Plumas de Cristal”, “O Fundo do Coração”, “O Feitiço de Áquila” e “O Céu que Nos Protege”.

.

Por toda essa contribuição imensurável, é dever para qualquer cinéfilo situado em São Paulo fazer uma visita ao Pavilhão da Oca, um dos espaços do Parque do Ibirapuera. Isso porque ele abriga a exposição “Storaro: Escrever com a Luz. Dupla Impressão Entre Fotografia e Cinematografia”, aberta ao público a partir de hoje, sexta-feira, 22 de setembro.

Com entrada franca, a exposição, que já percorreu a Argentina, Espanha, Grécia e Itália, apresenta 70 imagens em que Storaro faz uma intervenção no frame de suas obras cinematográficas com fotografias, oferecendo um novo impacto estético. Trata-se de um experimento resultante de uma pesquisa do artista sobre a linguagem da imagem cinematográfica e a fotográfica e também acerca dos conceitos da luz, das cores e dos elementos.

Além delas, há um acervo complementar com obras de grandes pintores que inspiraram Storaro ao longo de sua vida, bem como flagras de intérpretes durante as filmagens de títulos como os citados em um dos parágrafos anteriores. Com o próprio definindo a exposição como “o projeto de uma vida”, “Storaro: Escrever com a Luz. Dupla Impressão Entre Fotografia e Cinematografia” seguirá até o dia 4 de novembro.

.

Storaro: Escrever com a Luz. Dupla Impressão Entre Fotografia e Cinematografia
De 22 de setembro a 4 de novembro
Pavilhão da Oca – Parque do Ibirapuera
Av. Pedro Álvares Cabral, 50
Ingresso: gratuito

Classificação indicativa: livre

Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

Be the first to comment

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: