Resenha Crítica | Bio (2017)

Bio, de Carlos Gerbase

.:: 41ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo ::.

Quando a estrutura de “Bio” superar a impressão inicial de estranheza, será fácil pensar que Carlos Gerbase talvez estivesse inspirado pelos filmes de Christopher Guest. Mesmo sendo um longa de ficção, o seu filme respeita as estruturas de um verdadeiro mockumentary, como se chama o falso documentário que Guest popularizou desde o seu envolvimento em “Isto é Spinal Tap”.

Mas, ao contrário de “Esperando por Guffman” (somente para citar um título do cineasta americano), não há em “Bio” os bastidores de uma competição em que todos vão sucumbindo a um desejo de vitória que ao final sempre é frustrado. Temos aqui várias gerações contando a história de um homem qualquer, que nasceu em 1959 e só vai falecer em 2070.

Portanto, não é aqui um homem refletindo sobre a sua longa existência, mas sim um sem número de pessoas que vai cada um moldando a sua identidade, como bem ilustram os cartazes da realização. Sabemos de sua infância, as famílias que constituiu, as falhas de caráter e demais características compartilhadas em forma de depoimentos por aqueles que cruzaram o seu caminho.

Respeitável, o elenco traz nomes como Werner Schünemann, Marco Ricca, Maitê Proença, Maria Fernanda Cândido, Rosanne Mulholland e Sharon Menezes e a melhor coisa que há é certa sintonia apresentada no texto sem que necessariamente eles contracenem juntos, além, claro, do humor. Grande parte desse mérito deve ser depositada também na montagem de Milton do Prado, sintonizando a fala de um com a do outro para manter a fluência narrativa.

Uma pena que a ideia original não seja transposta para a tela de modo muito criativo em termos de linguagem. Ainda que no ato final seja explorada o quanto possível uma cenografia futurista, Gerbase não elabora planos que camuflem a impressão de apenas filmar atores em um estúdio com metros quadrados inferiores ao de um tablado.

Data:
Filme:
Bio
Avaliação:
21star1stargraygraygray
Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

Be the first to comment

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: