Resenha Crítica | Não Me Ame (2017)

Love Me Not, de Alexandros Avranas

.:: 41ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo ::.

Há quatro anos, Alexandros Avranas contribuiu com “Miss Violence” a fazer com esse dito novo cinema grego se enraizasse no circuito alternativo mundial, trazendo a violência nua e crua como um reflexo de uma nação em crise econômica e moral. A recepção é sempre controversa, dependendo da disposição de cada um para apreciar uma narrativa por vezes sádica em sua exposição.

Ao menos a princípio, Avranas parece mais empenhado em fazer do seu “Não Me Ame” um thriller hitchcockiano do que necessariamente uma obra com essa observação nada lisonjeira do ser humano e o meio em que vive. Em sua primeira metade, acompanhamos a tensão entre três personagens ocupando um único espaço.

Uma mulher (Eleni Roussinou, atriz que tanto comunica com a sua face em seu primeiro trabalho desde “Miss Violence”) e o seu marido (Christos Loulis) contratam uma desconhecida (Célestine Aposporis) para ser uma barriga de aluguel. A fidelidade do casal é testada, com a hóspede vai paulatinamente adotando um comportamento que ofende o aparente recato da esposa.

Exatamente na vinda da segunda metade de “Não Me Ame”, Avranas prepara um ponto de virada que direciona essa simples premissa para algo perturbador, operando circunstâncias e consequências que não devem ser antecipadas para o espectador. Transforma-se em algo tão controverso quanto “Miss Violence” e que endereçará a Avranas uma série de acusações de misoginia.

É um risco que vale a pena correr, pois embora “Não Me Ame” de fato ultrapasse um limite, não há como não encontrar na indignação como reação imediata a possibilidade de repensar o preço que se paga pela cobiça. Uma ambição pela sustentação de um status social que incorre não somente ao assassinato da própria identidade, como também o daquela ilusão de que há amor mesmo nos planos mais perversos executados com um cúmplice.

Data:
Filme:
Não Me Ame
Avaliação:
31star1star1stargraygray
Sobre Alex Gonçalves
Editor do Cine Resenhas desde 2007, Alex Gonçalves é estudante de Jornalismo e viciado em música, fotografia, leitura e escrita. Mais informações na página "Sobre".

Be the first to comment

Comente

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: