Skip to content

Resenha Crítica | Guerreiro (2011)

O Vencedor” é inegavelmente um ótimo filme. O drama baseado na história real dos irmãos Micky (Mark Wahlberg) e Dicky (Christian Bale) foi além dos ringues ao focar mais as atenções na vida privada desses personagens. Porém, não há como não depositar no filme de David O. Russell a culpa (nada intencional, que fique claro) por “Guerreiro” não ter repetido o mesmo sucesso. As produções foram rodadas com um intervalo de tempo pequeno e lidam com um tema similar. No entanto, David O. Russell foi mais ágil no lançamento, ofuscando totalmente o filme de Gavin O’Connor tanto em termos de bilheteria quanto de indicações em premiações cinematográficas.

É um caso em que o sucesso é muito relevante, senão “Guerreiro” não seria lançado diretamente para o mercado de vídeo no Brasil, por exemplo. De qualquer maneira, poucos louros não tornam “Guerreiro” um filme inacessível, elevando a máxima potência toda a emoção já obtida com brilhantismo em “O Vencedor”.

Na história, Brendan e Tommy Conlon (respectivamente, Joel Edgerton e Tom Hardy) são irmãos separados por dramas familiares do passado. Brendan é casado com Tess (Jennifer Morrison, do seriado “Once Upon a Time”) e dá o sangue como professor em uma escola pública para poder quitar as contas que teve com uma cirurgia cardíaca que sua filha foi submetida. Como a renda não é suficiente, Brendan, outrora um lutador profissional de MMA, participa de combates amadores para ganhar uma grana extra.

Também lutador, Tommy retoma o treinamento tendo o seu pai Paddy (Nick Nolte, em performance devastadora) como mentor. A parceria que desencadeará entre pai e filho é explosiva, pois Tommy não está disposto em perdoar Paddy, ex-alcoólatra arrependido das ações que destruíram toda a família. O reencontro de Brendan e Tommy acontecerá em um torneio de MMA, que dará ao vencedor o prêmio de 5 milhões de dólares. Se as motivações de Brendan são claras, as de Tommy, que está desorientado e raivoso desde que voltou da guerra do Iraque, são misteriosas.

Não é nenhum segredo que os desentendimentos entre Brendan e Tommy serão resolvidos no octógono e o acerto de Gavin O’Connor é centrar todas as expectativas nas possibilidade de quanto estes personagens sairão transformados neste encontro, seja o resultado libertador ou trágico. Num esporte em que é célebre as provocações teatrais entre adversários, “Guerreiro” é memorável ao representá-lo como uma possibilidade de superação.

Título Original: Warrior
Ano de Produção: 2011
Direção: Gavin O’Connor
Roteiro: Anthony Tambakis, Cliff Dorfman e Gavin O’Connor
Elenco: Joel Edgerton, Tom Hardy, Nick Nolte, Jennifer Morrison, Frank Grillo, Kevin Dunn, Maximiliano Hernández, Bryan Callen, Sam Sheridan, Fernando Chien, Jake McLaughlin, Vanessa Martinez, Denzel Whitaker, Carlos Miranda, Nick Lehane, Laura Chinn, Capri Thomas, Lexi Cowan e Noah Emmerich

9 Comments

  1. Pra mim, “Guerreiro” é o melhor filme do ano e o filme mais subestimado de 2011. Uma obra que pega pela emoção e por ter um roteiro que desenvolve bem por demais os personagens. Gavin O’Connor acerta novamente.

    • O filme já está presente na minha lista de melhores do ano desse primeiro semestre. Aliás, até final de semana pretendo publicar minha seleção.

  2. Um pequeno grande filme e que pouca gente viu. Uma pena não ter passado nem nos cinemas aqui no Brasil. E Nick Nolte merecia todos os prêmios da temporada!

    • Fiquei besta por este filme não ter sido lançado em nossos cinemas. No entanto, a bilheteria de “O Vencedor” por aqui não foi boa. Talvez tenha influenciado, apesar das distribuidoras serem diferentes.

  3. Faço coro ao fato do filme ter sido tão subestimado. O roteiro é ótimo e a preocupação com o desenho dos personagens e com as falhas que apresentam é de uma riqueza doída. Nick Nolte está incrível e a cena final é de uma comoção sem igual.

    • Rafael, a cena final é indescritível. Diria que temos aqui um filme de macho, mas que faz qualquer um chorar como uma criança indefesa. Muito bom.

  4. […] do Amor” “A Outra Terra” “As Aventuras de Pi” “Bastidores de Um Casamento” “Guerreiro” “Intocáveis” “Millennium II – A Menina Que Brincava com Fogo” “Moonrise Kingdom” […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: