Skip to content

Resenha Crítica | A Gangue (2014)

A Gangue | Plemya

Plemya, de Myroslav Slaboshpytskiy

.:: 38ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo ::.

Quando imaginamos que o cinema já contou todas as histórias de todos os modos imagináveis, filmes como “A Gangue” surgem para comprovar que esta arte confere um arsenal infinito de possibilidades. Produção ucraniana que repete na Mostra o prestígio obtido durante a sua passagem no último Festival de Cannes, “A Gangue” é falado inteiramente em linguagem de sinais. Mais: a música está plenamente ausente, bem como os diálogos e, o mais importante, as legendas que serviriam como suporte para compreendermos as interações entre os personagens.

A princípio, há o receio em mergulhar nesta experiência sem compreender todo o contexto por trás dela, mas o cineasta Myroslav Slaboshpytskiy apresenta um domínio tão singular da situação que não leva muito tempo para estarmos inseridos na dinâmica de um grupo escolar que recebe um novo componente, o personagem recém-chegado vivido por Grigoriy Fesenko, o protagonista de “A Gangue”.

Por trás do ambiente aparentemente tradicional, há os adolescentes que subvertem o sistema em busca de dinheiro fácil através da violência, prostituição e ilegalidade. Ao conquistar o respeito de seus colegas, o protagonista passa a agir como um dos líderes desta gangue, mas o envolvimento com uma colega (Yana Novikova) prestes a ir à Itália para prosseguir com as suas atividades como garota de programa colocará em risco a sua reputação.

Além de exigir que o público saia de sua zona de conforto ao contar uma história que se comunica com a apropriação de ferramentas pouco usuais, “A Gangue” também não o poupa ao fazer um registro barra-pesada sobre o submundo europeu que não deixa ninguém incólume. Figuras geralmente retratadas em tom piedoso, os surdos-mudos se veem aqui tão errantes e vulneráveis quando os indivíduos que verbalizam com mais facilidade as suas fúrias internas.

One Comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: